Holanda

TAS reduz pena por doping do goleiro Onana, do Ajax, de 12 para 9 meses

Redução de três meses na punição faz com que Onana possa voltar aos gramados no dia 4 de novembro por Ajax e seleção camaronesa

O goleiro André Onana, de 25 anos, teve a sua punição de doping reduzida de um ano para nove meses pelo Tribunal Arbitral do Esporte (Court of Arbitration for Sport, CAS na sigla em inglês). O jogador foi suspenso em fevereiro de 2021 por uso de substância proibida no mês de outubro de 2020, em um exame realizado fora de competição. Com isso, ele está suspenso de treinar e jogar com o Ajax e seleção camaronesa desde então. Com a redução da pena, ele estará disponível para voltar a jogar em novembro.

“Ao tomar sua decisão, o painel do TAS concluiu que não nenhum erro significativo pode ser atribuído a André Onana, que ingeriu um medicamento destinado a outra pessoa por engano. Com base nisso, o painel considerou que a punição de nove meses era proporcional à negligência cometida e reduziu a suspensão em três meses, mas não pode aceitar o pedido do goleiro para retirada total da suspensão”, diz a decisão publicada pelo TAS.

A decisão foi tomada pelo TAS nesta quinta-feira, em uma reunião que durou quatro horas e foi realizada online. A suspensão agora se encerrará no dia 4 de novembro e, até lá, ele não pode participar de qualquer atividade do futebol, tanto de clubes quanto de seleções. De acordo com as regras, Onana pode voltar a treinar no clube dois meses antes do término da suspensão, o que significa o dia 4 de setembro de 2021.

Mesmo sem o goleiro, o Ajax seguiu nos trilhos e conquistou o título holandês em maio. Além de não poder jogar pelo Ajax, Onana desfalcará a seleção camaronesa nos jogos pelas Eliminatórias da Copa por Camarões, em setembro contra Malawi e Costa do Marfim, e em outubro em dois jogos contra Moçambique.

O que aconteceu no caso

Onana afirmou, ainda em fevereiro, que tomou um remédio prescrito para a sua esposa quando acordou se sentindo mal no dia 30 de outubro. A droga detectada foi a Furosemida, um medicamento diurético, que não melhora o desempenho em si, mas pode ser usado para mascarar o suo de outras drogas no doping, segundo a Agência Mundial Antidoping (Wada).

“O órgão disciplinar da Federação Holandesa declarou que Onana não tive intenção de trapacear. Contudo, a Uefa acredita, com base nas regras antidoping aplicáveis, que o atleta tem o dever de garantir, o tempo todo, que nenhuma substância proibida entre o seu corpo”, afirmou o Ajax, em um comunicado.

Ajax comemorou a redução da pena

“Com essa decisão do TAS, nós ganhamos três meses em comparação à suspensão inicial. Então, valeu a pena levarmos o caso ao TAS. Nós defendemos um esporte limpo. Por isso direi novamente que estamos convencidos de que André tomou esta substância por acidente e certamente não para melhorar seu desempenho”, afirmou o ex-goleiro Edwin van der Sar, CEO do Ajax, em nota no site do clube.

“Isso foi endossado por todas as partes, também pela Uefa, como se concluiu nos casos tanto da Uefa quanto no TAS. Nós contamos a nossa história, junto com Andre e os advogados do TAS, eu saí da Academia Ajax com um bom sentimento. Eu tenho sentimento misto sobre o veredito de hoje, porque nosso objetivo era estar de volta jogando neste verão”, continuou o dirigente.

Em fevereiro, Onana já tinha se manifestado a respeito do episódio. “Por engano, eu tomei uma aspirina porque a embalagem era quase igual, o que eu me arrependo. Eu respeito o Órgão de Recursos da Uefa, mas não concordo com a sua decisão neste caso. Considero a punição excessiva e desproporcional, uma vez que foi reconhecido pela Uefa que o erro não foi intencional”.

Onana atrai interesse no mercado de transferências e com a redução da sua punição, isso deve aumentar. O jogador é ligado a uma transferência para o Arsenal. Antes da suspensão, o camaronês era titular do gol do Ajax.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!