Holanda

No mesmo dia de 1976, Holanda ganhou dois dos melhores centroavantes de uma geração

Você pode até não acreditar na influência da data de nascimento na personalidade das pessoas. Mas precisa concordar que os astros foram bastante generosos com os holandeses em 1º de julho de 1976. No mesmo dia, o país ganhou dois dos centroavantes mais letais do planeta nos últimos 20 anos. Patrick Kluivert nasceu em Amsterdã, pronto para se consagrar ainda garoto com a camisa do Ajax. Já na cidade de Oss, quem veio ao mundo foi Ruud van Nistelrooy, que começou no Den Bosch e no Heerenveen, mas estourou mesmo pelo PSV. Duas lendas do futebol entre as décadas de 1990 e o início dos anos 2000.

VEJA TAMBÉM: Hiddink cansou-se do brinquedo. Blind é um voo cego?

A carreira de Kluivert estourou mais rapidamente. Às vésperas de completar 19 anos ele já decidia a Champions para o Ajax. Conquistou tudo o que podia com o clube, antes de fazer sucesso principalmente pelo Barcelona. E também época em um timaço da Holanda, especialmente pelas parcerias com Bergkamp e Overmars. Pena que as lesões encerraram sua carreira mais cedo do que deveriam. Van Nistelrooy, por sua vez, demorou um pouco mais para ter o reconhecimento internacional. O seu PSV não teve a mesma fama na Europa. Mas, com o Manchester United, o centroavante se tornou unânime. Não conquistou a Champions, mas foi artilheiro em três edições. E ainda teve tempo de ser bicampeão espanhol com o Real Madrid, além de se despedir em alta com Hamburgo e Málaga.

Kluivert e Van Nistelrooy estão no Top 5 dos maiores artilheiros da história da seleção holandesa.  Escreveram suas histórias em épocas nas quais ser titular no ataque da Oranje era complicado, com as companhias de outros artilheiros como Makaay e Hasselbaink. Mas ambos não são considerados tão grandes à toa. Por mais que seus picos tenham ocorrido em momentos diferentes, jogaram juntos duas Eurocopas – e perderam a chance ainda na Copa de 2002. Suas histórias vão além dos títulos. E por isso mesmo continuaram contribuindo com a seleção, ambos parte da comissão técnica na campanha até as semifinais no Mundial de 2014. Afinal, os veteranos têm muito a ensinar.

Abaixo, duas compilações com os gols de Kluivert e Van Nistelrooy. Vale relembrar dois verdadeiros matadores:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo