Libertadores Feminina

Com uma pintura no fim, o América de Cali eliminou o favoritaço Corinthians nos pênaltis e vai à final da Libertadores Feminina

O Corinthians não conseguirá manter seu reinado na Libertadores Feminina. Detentor do título em 2019, o clube caiu nas semifinais desta edição de 2020. As alvinegras eram favoritas no torneio, com quatro vitórias em quatro partidas e absurdos 34 gols marcados. Porém, nesta quarta-feira, as corintianas acabaram eliminadas pelo único gol sofrido em toda a campanha. As alvinegras cederam o empate por 1 a 1 já nos acréscimos contra o América de Cali e, nos pênaltis, as colombianas venceram por 4 a 3. Será a primeira final das Escarlatas na Libertadores Feminina, tentando superar a sina do clube com seus quatro vices no masculino.

Curiosamente, Corinthians e América de Cali também haviam se enfrentado na semifinal de 2019. Na ocasião, as brasileiras não tiveram problemas para golear por 4 a 0, carimbando a classificação para a decisão contra a Ferroviária. E o favoritismo pesava para as corintianas, que também venceram as colombianas no fechamento da fase de grupos desta edição, por 3 a 0. Antes do reencontro, o Corinthians meteu 7 a 0 no Santiago Morning durante as quartas de final, mas o América também vinha motivado ao despachar o Boca Juniors, com a vitória por 2 a 1 definida aos 44 do segundo tempo.

Não seria um jogo simples ao Corinthians desta vez, porém. O América de Cali se segurou na defesa e, apesar da pressão alvinegra, o placar se manteve zerado ao longo do primeiro tempo. As corintianas seguiram o abafa até a abertura da contagem aos 12 minutos do segundo tempo. Tamires aproveitou uma sobra na entrada da área e chutou firme, contando com a falha da goleira Katherine Tapia. O Corinthians ainda criou chances para o segundo, mas o América também saiu em busca do empate e conseguiu o milagre aos 48. Joemar Guarecuco arriscou de fora da área e mandou um lindo chute de primeira, encobrindo a goleira Tainá. Golaço.

Com o empate, a definição do time classificado acabou nos pênaltis. As duas equipes converteram as duas primeiras séries de cobranças. Já no terceiro tiro do Corinthians, Katherine Tapia se redimiu. A goleira buscou no cantinho a batida de Gabi Nunes. O mais impressionante é que Tapia acertou o canto em todos os cinco chutes corintianos. E com as companheiras sempre estufando as redes, ela determinou o placar final de 4 a 3 ao também negar a última tentativa alvinegra, pegando o arremate de Diany.

O América de Cali será o terceiro clube colombiano em uma final da Libertadores Feminina. O Formas Íntimas foi vice-campeão em 2013, derrotado pelo São José, e o Atlético Huila levou o troféu em 2018, contra o Santos. Esta é a melhor campanha das Escarlatas, que no máximo haviam terminado com o terceiro lugar, alcançado em 2019. A adversária na decisão pode ser a Ferroviária. A Ferrinha disputa a outra semifinal nesta quinta, encarando a Universidad de Chile. As grenás tentam recuperar a taça que já levaram uma vez, em 2015.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.
Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.