Futebol feminino

Feminino e base do Cruzeiro terão atenção especial da gestão de Pedrinho BH

Pilares da SAF de Ronaldo, categorias seguirão sendo valorizadas no Cruzeiro

O Cruzeiro vive momento de intensas mudanças após a venda da SAF, de Ronaldo Nazário, para Pedro Lourenço, o Pedrinho BH. Todo o departamento de futebol foi modificado e também houve trocas em outros setores do clube, como na comunicação, com a saída de Victor Rios e a entrada de Bruno Faleiro, e com o ex-zagueiro e treinador da Raposa, Adilson Batista, assumindo o cargo de gerente geral das categorias de base.

Essas mudanças geraram insegurança em alguns torcedores, que passaram a se perguntar se a nova gestão teria as categorias de base e o futebol feminino como pilares da SAF, assim como era com Ronaldo, que promoveu grandes reformulações nos departamentos, tornando-os destaques no cenário nacional, tanto administrativa, quanto esportivamente.

Assim que a venda do Cruzeiro se concretizou, a Trivela conversou com fontes internas do clube que afirmaram não acreditar que haveria grandes mudanças no futebol feminino com a troca de gestão. Kin Saito, diretora de futebol feminino celeste, e Bárbara Fonseca, Coordenadora do futebol feminino estrelado, seguem à frente do projeto, que não aparentou sofrer nenhum baque.

Hoje, quase um mês após as mudanças na gestão, a reportagem apurou mais detalhes sobre as ideias de Pedrinho BH para o futebol feminino do Cruzeiro, e o que se ouviu foram boas notícias para quem vinha preocupado com o projeto.

Segundo ouvimos, Pedrinho BH enxerga o futebol feminino como algo muito importante e a ideia é investir mais no feminino e na base do Cruzeiro. A ideia de “acelerar processos” no clube vai para além do profissional masculino, mas em todas as áreas e, por isso, o novo dono da SAF fez questão que Gabriel Lima, CEO do Cruzeiro SAF com Ronaldo e sua equipe, seguissem ocupando os cargos na Raposa. Pedro apontou esse investimento nas Cabulosas e nos crias da Toca como prioridades.

O novo dono da SAF do Cruzeiro entende a importância do feminino e valoriza o crescimento da modalidade e o bem que isso trouxe ao Cruzeiro. “Sempre para cima”, foi o que ouviu a Trivela. O desejo de Pedrinho é promover melhorias para as Cabulosas. “O Pedrinho chegou para fazer acontecer”, também foi dito.

Em breve, quando passar o período sem jogos e de mudanças na estrutura do clube, o Cruzeiro promoverá nova coletiva específica para o futebol feminino, na qual mais detalhes são comunicados. O que foi garantido é que nenhuma mudança ocorrerá para pior e que os projetos seguirão a todo vapor, sempre voltados para o crescimento.

Foi ressaltado, ainda, que o objetivo atual é conseguir levar mais público aos jogos das Cabulosas. As partidas do Brasileirão Feminino têm acontecido em Nova Lima. O Cruzeiro entende que o torcedor abraçar ainda mais o projeto e passar a comparecer em maior número irá fortalecer ainda mais a marca.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa é mineiro, formado em Jornalismo na UFOP, em 2019. Passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas, antes de se tornar setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo