Champions League Feminina

Wolfsburg se impõe em casa e elimina o Arsenal da Champions Feminina

Melhor desde o início, Wolfsburg vence no seu estádio e garante a passagem para a semifinal

O Wolfsburg mostrou a sua força diante do Arsenal e venceu por 2 a 0 na Volkswagen Arena para avançar às semifinais da Champions Feminina. As alemãs dominaram a partida, criaram mais chances e rapidamente fizeram valer a sua superioridade para garantirem a classificação.

Logo aos oito minutos, o Wolfsburg abriu o placar. Em uma confusão dentro da área depois de escanteio, Jill Roord aproveitou para marcar 1 a 0. Com isso, o time alemão passou a ter vantagem no placar agregado. E mesmo assim, continuou mandando no jogo. Poderia ter ampliado o marcador já no primeiro tempo, quando finalizou 11 vezes a gol, mas só acertou três dessas no alvo.

No segundo tempo, o Arsenal melhorou. Tobin Heath entrou em campo no lugar de Caitlin Foord e o time comandado por Jonas Eidevall tentou sair de trás e correr atrás do resultado, com ao menos um gol necessário para levar a partida pra prorrogação.

Só que no fim, quem acabou marcando foi o Wolfsburg. Aos 27 minutos, Sveindis Jane Jonsdóttir fez a jogada pela esquerda, foi até a linha de fundo e cruzou. A zagueira Leah Williamson tentou cortar e acabou marcando contra: 2 a 0.

Com os dois gols de vantagem, a situação ficou muito tranquila para o Wolfsburg, que administrou. O Arsenal tentou ao menos um gol, mas mesmo com a pressão, acabou não conseguindo. Acaba eliminado da Champions League de uma maneira merecida.

O Wolfsburg enfrentará o Barcelona na semifinal, a grande favorita do torneio e atual campeão. O Arsenal agora se concentra nas disputas locais.  

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo