Champions League Feminina
Tendência

Lyon avança às quartas de final após empate com a Juventus; Arsenal aplica 9 x 1 no Zurique

Dois grupos definiram os seus classificados à próxima fase da Champions League: Lyon, Arsenal, Barcelona e Bayern de Munique

Atual campeão europeu, o Lyon segurou o empate por 0 a 0 com a Juventus, em casa, nesta quarta-feira, e evitou a eliminação na fase de grupos da Champions League Feminina. Com o ponto, chegou a 11, dois a mais que a Velha Senhora, e avançou às quartas de final. O Arsenal terminou como líder do grupo após golear o Zurique por 9 a 1, sem desanimar com a péssima notícia de que a sua atacante Vivianne Miedema rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho e ficará afastada pelo menos até depois da Copa do Mundo, entre julho e agosto.

A Juventus terminou com nove pontos. O Zurique, na lanterna, sem nenhum. No outro grupo que fechou seus jogos nesta quarta-feira, Barcelona e Bayern de Munique confirmaram a sua supremacia e venceram, dividindo a ponta com 15 pontos cada. As catalãs levam vantagem no confronto direto porque ganharam por 3 a 0 no Camp Nou e perderam por 3 a 1 em Munique. Na última rodada, golearam o Rosenborg, por 6 a 0. As bávaras bateram o Benfica, por 2 a 0.

O Lyon, que venceu o poderoso Barcelona na final da edição da temporada passada para conquistar seu oitavo título, teve a maioria das chances contra a Juventus. Uma cabeçada firme de Eugénie Le Sommer, foi defendida pela goleira Pauline Magnin, que também trabalhou excepcionalmente bem para barrar Delphine Cascarino, que recebeu livre pela direita da grande área. Carimbou Magnin e depois mandou o rebote por cima do travessão. A Juventus não chegou a ficar muito perto da vitória que precisava.

O Arsenal passou por cima do Zurique. Começou com uma cobrança de falta no ângulo de Frida Leonhardsen-Maanum, aos 18 minutos. Caitlin Ford ampliou, completando o cruzamento rasteiro de Stina Blackstenius, e Leonhardsen-Maanum fez o seu segundo, ao fim de um contra-ataque. Blackstenius marcou o quarto ainda no primeiro tempo. Leonhardsen-Maanum completou seu hat-trick com uma bomba de fora da área, aos seis minutos da etapa final. Blackstenius ampliou, também com um lindo gol de média distância, antes de Fabienne Humm descontar de pênalti. Foord, Kim Little, cobrando pênalti, e Mana Iwabuchi fecharam a conta.

Com 12 pontos cada, Barcelona e Bayern de Munique entraram em campo classificados. E venceram sem problemas. Asisat Oshoala fez os dois primeiros gols das catalãs contra o Rosengard, ambos completando quase debaixo da trave. Mapi Leon fez o terceiro cobrando falta. Fridolina Rolfö ampliou para 4 a 0 com um forte chute, quase sem ângulo, após receber passe de calcanhar de Aitana Bonmatí, e Marta Torrejón fez o quinto, após falha grave da goleira Angel Mukasa. Irene Paredes selou o placar. O Bayern venceu o Benfica com dois gols de Klara Bühl.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo