Champions League Feminina

Chelsea e Barcelona farão a final da Champions League Feminina após eliminarem Bayern e PSG

Inglesas chegam à sua primeira decisão de Champions, enquanto as catalãs tentarão conquistar o título que perderam para o Lyon em 2019

As partidas de volta das semifinais da Champions League Feminina aconteceram neste domingo (2), e a grande decisão, em 16 de maio, está definida: Chelsea x Barcelona. As blaugranas confirmaram a classificação com um triunfo por 2 a 1 sobre o PSG após empate na ida, enquanto as londrinas tiveram um duelo de grande emoção no fim, confirmando a classificação com um contundente 4 a 1 sobre o Bayern de Munique.

Depois de uma façanha nas quartas de final, eliminando as conterrâneas do Lyon, atuais pentacampeãs da competição, o PSG não conseguiu dar sequência à campanha diante do Barcelona. Com dois gols de Lieke Martens no primeiro tempo, o Barça venceu por 2 a 1, com Marie-Antoinette Katoto marcando para as parisienses. Na ida, Jennifer Hermoso havia marcado para o Barcelona, enquanto Alana Cook havia empatado para o PSG, em jogo que terminou em 1 a 1.

Derrotado por 2 a 1 na ida em Munique, o Chelsea reverteu o agregado neste domingo. Fran Kirby colocou as Blues à frente logo aos dez minutos de jogo, e o Bayern respondeu com um golaço de Sarah Zadrazil, aos 29 da primeira etapa. Ainda no primeiro tempo, Ji So-yun recolocou o Chelsea à frente, e o jogo seguiu equilibrado até a reta final.

Com o resultado, o confronto iria para a prorrogação, mas Pernille Harder desviou de cabeça uma cobrança de falta de Jess Carter para ampliar para 3 a 1 aos 39 minutos do segundo tempo. Buscando seu segundo gol, que as classificaria pela regra do gol fora de casa, as bávaras se lançaram ao ataque e abriram caminho para minutos finais emocionantes no Estádio Kingmeadow.

Aos 44 do segundo tempo, Linda Dallmann esteve perto de marcar para o Bayern, mas parou em grande defesa de Berger. No rebote, Viviane Asseyi, dentro da pequena área, não conseguiu completar para o gol e foi desarmada pela capitã londrina, Magdalena Eriksson. O Bayern seguiu sua blitz e esteve muito próximo do gol salvador em cabeçada de Asseyi, mas a bola foi para fora.

Com Laura Benkarth, goleira do Bayern, no campo de ataque para uma cobrança de escanteio, o Chelsea conseguiu encaixar um contragolpe aos 50 do segundo tempo, e Erin Cuthbert deu um lindo passe para Fran Kirby correr até o gol e mandar para a rede, confirmando a classificação.

Esta é a primeira vez que o Chelsea chega à final da Champions League Feminina, enquanto o Barcelona fará a sua segunda decisão continental, depois de ter perdido a final de 2019 para o Lyon.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo