Champions League Feminina

Virada espetacular na Alemanha faz Barcelona manter 100% na Champions Feminina

Eintracht Frankfurt abre o placar no fim do primeiro tempo, mas Barcelona vira para 3 a 1 e abre vantagem no Grupo A

O Barcelona jogou muita bola e venceu o Eintracht Fankfurt pelo placar de 3 a 1, em jogo realizado no Deutsche Bank Park e válido pela 2ª rodada do Grupo A da Champions Feminina. Paralluelo, duas vezes, e Caldentey marcaram os gols da equipe Blaugrana, enquanto Freigang abriu o marcador em favor das alemãs. Com o resultado, o time espanhol foi aos seis pontos ganhos na competição e assumiu a liderança isolada da chave. Já o time alemão, que fez um bom primeiro tempo, mas pagou pelos erros de marcação na etapa final, estacionou nos três pontos e viu o Benfica encostar na classificação, após a vitória das portuguesas sobre o Rosengard por 1 a 0 em Lisboa.

Na próxima rodada, o Barcelona encara o time sueco, enquanto o Eintracht define fora de casa diante do Benfica o primeiro de dois confrontos que podem estabelecer a segunda colocação do grupo, já que com a bela vitória da equipe Blaugrana, a primeira posição da chave deve ficar com as espanholas, que mostraram um futebol de alto nível e poderiam ter saído da Alemanha com um resultado ainda mais elástico, se não fosse a falta de eficiência de seu ataque na primeira etapa e também o belo jogo feito pela goleira Johannes.

Barça pressiona, não marca e leva punição do Eintracht no fim do 1º tempo

Barcelona e Eintracht Frakfurt justificaram o porquê são consideradas as melhores equipes deste Grupo A da Champions Feminina. Cada time dentro de sua filosofia e proposta de jogo demonstraram um belo jogo, cheio de chances e com belos lances desde o seu começo. O time blaugrana, ao seu melhor estilo, terminou o primeiro tempo com mais posse de bola e tentava chegar por meio da posse de bola e infiltrações pelos lados ou pelo meio. Já a representação do Frankfurt, marcava forte a partir do meio-campo e paria em velocidade para tentar criar algum perigo.

Aos seis minutos, o Barcelona criou seu primeiro bom lance de ataque. A lateral-direita Lucy Bronze deu passe primoroso para Bonmati, porém a meia espanhola não alcançou a bola, que ficou para a goleira Johannes. No minuto seguinte, o Eintracht Frankfurt respondeu com Praskinar, que aproveitou a roubada de bola pela meia esquerda e chutou de longe, rasteiro, à direita da meta da goleira Paños. O Eintracht seguiu marcando a saída de bola do Barcelona e aos 11, Barbara Dunst tentou de longe pelo time após mais um contra-ataque rápido do time alemão, dessa vez puxado por Anyomi. Entretanto, o chute passou sem direção, ao lado esquerdo da meta da goleira espanhola.

O jogo seguia animado no Deutsche Bank Park e o Barcelona, ao seu melhor estilo, rodou a bola até que chegou em Graham Hansen, que chutou fraco, para tranquila defesa da arqueira Johannes aos 14 minutos da etapa inicial. Um minuto depois, o Barça chegaria novamente, dessa vez com Paralluelo, que driblou a marcação da equipe alemã, gingou mais de uma vez e chutou de perna esquerda, a bola passou sem muita força, à esquerda da meta da arqueira alemã. O Barcelona seguia melhor no jogo e ampliou seu domínio a partir dos 20 minutos do primeiro tempo. Aos 29, Caldentey fez bela jogada individual, invadiu a área e chutou forte no canto esquerdo, obrigando Johhanes a fazer mais uma bela defesa no jogo.

Caldentey teve mais uma boa chance da entrada da grande área, só que chutou fraco e facilitou o trabalho de Johannes, que fez um bom primeiro tempo. Tentando sair do sufoco jogando em casa, o Eintracht encontrou um bom contra-ataque aos 40 minutos com Anyomi pela direita, a atacante recebeu a bola e partiu em velocidade, chutando cruzado da lateral da área, obrigando Paños a fazer boa defesa.

E como quem não faz toma, a equipe alemã abriu o marcador com Freigang, após cruzamento primoroso do lado esquerdo feito por Hanshaw. A meia subiu livre no meio da área e mandou para o fundo da rede, jogando um balde de água fria no time Blaugrana, que atacou mais, mas não teve a eficiência para abrir o marcador na Alemanha.

Barcelona muda postura, é mais eficiente e vira o jogo dando show diante das alemãs

O segundo tempo de jogo no Deutsche Bank Park foi diferente. Muito mais intensa e ligada na partida do que nos primeiros 45 minutos, o Barcelona conseguiu jogar com mais velocidade e encontrou o caminho das pedras para conseguir finalizar melhor as suas jogadas pelo lado direito, foi assim que nasceram os segundo e terceiro gols do time espanhol. O time alemão tentou manter a mesma postura defensiva para apostar nos contra-ataques como fez no primeiro tempo, mas a intensidade de marcação do time espanhol era implacável e foi essa postura que possibilitou ao Barça virar o encontro, mesmo jogando fora de casa.

O Barcelona começou o segundo tempo de jogo em Frankfurt a todo o vapor. Graham recebeu passe de Palluelo e chutou por cima da meta de Johannes, criando a primeira boa chance do time espanhol no segundo tempo. De tanto insistir, o time espanhol chegou ao empate com Paralluelo, logo aos três minutos da etapa complementar, após bela jogada de Ona Batlle pela esquerda. A lateral levou a bola para a linha de fundo e cruzou rasteiro, na medida para a centroavante empurrar para o fundo da rede.

A equipe espanhola seguia no ataque e pressionando muito a saída de bola do Eintracht Frankfurt. Em mais uma roubada de bola no ataque, Caldentey rolou com açúcar a bola para Bonmati, que dominou, saiu na cara de Johannes, mas bateu muito fraco, facilitando o trabalho da arqueira alemã, mais uma vez. Aos 12, o time Blaugrana foi para a pressão e em uma blitz para cima da defesa do Eintracht, finalmente conseguiu seu segundo gol com Caldentey, após cruzamento de escanteio e bate rebate na área, a bola sobrou para a atacante, que dominou e chutou firme, no canto direito de Johannes, que dessa vez não teve o que fazer para impedir o segundo gol do time espanhol.

Mesmo com a vantagem no placar, o Barcelona não diminuiu a intensidade, se aproveitando da queda no psicológico do time alemão, a equipe catalã chegou ao terceiro gol, mais uma vez com Paralluelo, que recebeu cruzamento rasteiro da direita, dessa vez feito por Bonmati, para ampliar a vantagem do Barça para 3 a 1 na Alemanha. Aos 29, dominando as ações no campo, o Barcelona só não aumentou ainda mais a vantagem diante das alemãs por conta da falta de eficiência no último passe, já que sem nenhuma outra alternativa, o Eintracht se lançou ao ataque para tentar diminuir a vantagem.

Na parte final da partida, o Eintracht Frankfurt conseguiu uma escapada interessante e Prasnikar teve uma ótima chance para diminuir o marcador aos 38 minutos, mas acabou chutado fraco, para boa defesa de Paños. Controlando a posse de bola e sendo muito eficiente nas chances que criou no tempo regulamentar, o Barcelona conquistou mais uma grande vitória, abrindo vantagem em relação aos outros times do grupo.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Existe um ditado que diz que o bom filho a casa retorna não é? Pois bem, sou Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia, de volta ao site após quatro anos, e agora redator do Trivela, um dos maiores portais de futebol do Brasil. Sou jornalista, especializado em Marketing digital e narrador do Portal Futebol Interior e também da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo