Champions League Feminina

Arsenal se salva de derrota em casa com gol no final contra o Wolfsburg na Champions Feminina

Apesar da boa atuação no Emirates, Arsenal saiu atrás e só conseguiu o empate nos minutos finais; decisão será na Alemanha no dia 31

O Arsenal viveu uma noite de Champions League no Emirates e teve dificuldades, mas terminou a partida sorrindo. Depois de sair atrás no placar contra o Wolfsburg, o Arsenal brigou muito e conseguiu o empate no fim do jogo, finalizando o jogo em um empate por 1 a 1. Com isso, nenhum dos dois times leva vantagem no placar, mas as alemãs jogarão em casa a partida de volta.

O time alemão fez uma partida bastante tranquila no Emirates e conseguiu ficar em uma situação ainda mais confortável quando marcou 1 a 0 logo aos 19 minutos. Em um cruzamento para a área de Joelle Wedemeyer da direita, Tabea Wassmuth completou de cabeça e abriu o placar.

Só que o Arsenal era melhor em campo. Chegava mais ao ataque e tentava romper a defesa alemã. Usava duas atacantes do mais alto nível para isso, em um 4-4-2 bastante clássico na sua formação e Viviane Miedema, estrela holandesa e da liga inglesa feminina, a WSL, e Stina Blackstenius, sueca que foi contratada nesta temporada.

O Arsenal é um dos melhores times da WSL e neste momento lidera a disputa com 40 pontos, à frente do Chelsea, atual campeão, com dois pontos a menos. A cada semana, o Arsenal impõe uma superioridade grande às suas rivais. Só que na Champions League, o nível é mais alto e o Wolfsburg fez o Arsenal sentir um gosto que a equipe impõe aos adversários. Apesar de ter mais a bola, o Arsenal rondava a área do Wolfsburg sem conseguir entrar ou criar boas chances.

O Wolfsburg é uma potência do futebol feminino e esteve em cinco das últimas nove finais de Champions League disputadas. Foi campeão duas vezes, na temporada 2012/13 e em 2013/14. O estilo de jogo do clube se encaixava no do Arsenal: a bola ficava com as inglesas, enquanto as alemãs se armavam para contra-ataques.

No primeiro tempo, o Arsenal teve a bola, mas só acertou um chute no gol e não foi dos mais perigosos. O Wolfsburg estava muito confortável no jogo, especialmente depois de marcar o primeiro gol. O segundo tempo teve o mesmo cenário e o Arsenal chegou perto, com Blackstenius até marcando um gol, mas com impedimento e, portanto, anulado.

O empate só veio nos minutos finais. A americana Tobin Heath entrou em campo e cobrou uma falta direta, mas a zagueira Lotte Wubben-Moy interceptou a bola que foi mal batida e, dentro da área, tal qual atacante, finalizou para igualar o placar em 1 a 1. Empate que foi muito celebrado pelas jogadoras do Arsenal e pela torcida presente no Emirates.

O empate não foi o melhor resultado e o Wolfsburg certamente saiu mais satisfeito, mas ao menos o Arsenal evitou a derrota. A missão na Alemanha será difícil, mas o clube inglês tentará mostrar na casa dos Lobos por que é a líder da WSL. O jogo, no dia 31 de março, definirá quem das duas equipes vai à semifinal.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo