Futebol feminino

A Argentina consegue uma virada emocionante, frustra o Paraguai e se garante na Copa do Mundo

O Paraguai buscava a vaga inédita na Copa do Mundo e teve nas mãos durante boa parte do jogo, mas cedeu a virada à Argentina

A decisão do terceiro lugar na Copa América Feminina valia muito mais do que o bronze. Argentina e Paraguai se encaravam para saber quem ficaria com a terceira vaga na Copa do Mundo de 2023, depois de Brasil e Colômbia se confirmarem no torneio. E a Albiceleste terá a chance de jogar seu quarto Mundial graças a uma virada impressionante. A Albirroja vencia até os 32 do segundo tempo, quando as argentinas arrancaram o empate. Dois gols nos acréscimos confirmaram a vitória por 3 a 1 e a classificação.

A Argentina está entre as seleções mais tradicionais da América do Sul. Nunca ganhou um jogo de Copa, mas disputou o torneio três vezes. A Albiceleste esteve presente em 2003 e 2007. Já o retorno aconteceu em 2019, com sua melhor campanha, incluindo dois empates. A nova chance surge no horizonte, com a presença garantida na competição de 2023.

Em busca de uma inédita vaga na Copa do Mundo, o Paraguai abriu o placar no fim do primeiro tempo, com um gol contra de Romina Núñez. As paraguaias ainda mandaram uma bola no travessão durante o segundo tempo, que quase ampliou a vantagem. A Argentina precisou esperar até os 32 da segunda etapa para empatar, com Yamila Rodríguez tocando na saída da goleira. A Albiceleste, contudo, não queria prorrogação. Já aos 45, Florencia Bonsegundo conseguiu a virada numa bela cobrança de falta. E a confirmação se deu com o terceiro gol, assinalado também por Yamila Rodríguez, driblando a goleira. Emoção e alívio.

Vale dizer que nem tudo está perdido ao Paraguai. A equipe terá uma segunda chance na repescagem intercontinental. O formato será bem interessante, aliás: dez equipes de todas as confederações integrarão a competição, com a formação de três mini-torneios – tal qual a repescagem europeia para a Copa de 2022. Os vencedores de cada um desses mata-matas paralelos, realizados como evento-teste na Austrália, estarão no Mundial. Além do Paraguai, o Chile também representará a Conmebol. Taiwan, Tailândia, Camarões, Senegal, Haiti e Panamá são as outras confirmadas até o momento.

A decisão da Copa América Feminina acontece neste sábado. O Brasil enfrenta a Colômbia em Bucaramanga, com as duas equipes com 100% de aproveitamento no torneio. Os dois times estão confirmados não só na Copa do Mundo, mas também nas Olimpíadas de 2024.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo