Champions LeagueEuropaFrança

Ibra exalta “noite fantástica” e confia nas chances do PSG

O empate dentro de casa pode não ser o resultado ideal, mas, diante das circunstâncias, foi bastante comemorado pelo Paris Saint-Germain. Zlatan Ibrahimovic deu a assistência para Blaise Matuidi buscar o empate por 2 a 2 contra o Barcelona e destacou o espírito de luta dos parisienses. Para o sueco, o gol mantém as chances do time na busca por uma vaga nas semifinais da Liga dos Campeões.

“Nós fizemos uma partida fantástica, criamos numerosas ocasiões de gol. Lutamos pelo empate duas vezes e mostramos nosso caráter, um bom estado de espírito. Se nós tivéssemos perdido hoje, seria muito difícil reverter o placar no Camp Nou. É difícil jogar contra o Barcelona”, declarou o atacante.

LEIA MAIS:
Ressurreição do PSG mantém confronto com o Barça aberto
Xavi: “O gol sofrido no fim e as lesões deixam um gosto ruim”

Surpresa na escalação titular, David Beckham também destacou a postura do time e seu nível na partida: “No primeiro tempo, particularmente nos dez primeiros minutos, tivemos algumas boas ocasiões, mas eles abriram o placar. Foi uma batalha dura, mas penso que merecemos o empate. O treinador me deu um grande voto de confiança hoje e sinto como se estivesse no mesmo nível de quando atuava pelo Milan”.

Já Leonardo, diretor esportivo do clube, destacou a importância do resultado para o projeto desenvolvido: “Estamos muito orgulhosos. Depois das dificuldades que enfrentamos nos últimos meses, é um resultado formidável. Não é fácil montar uma equipe. O jogo de volta será difícil, mas vamos tentar a classificação. Ancelotti é extraordinário e estudou bastante o Barcelona. Evidentemente, se você der dois milímetros para Messi, ele marcará. Mas iremos superar todos os problemas e um dia vamos ver o PSG no topo. Nós acreditamos nisso”.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo