Europa

Van Dijk é o primeiro zagueiro a ser eleito o melhor jogador da Europa

Logo após o sorteio da fase de grupos da Champions League, a entrevistadora levou o microfone para perto dos três candidatos a melhor jogador do futebol europeu na última temporada e passou um bom tempo conversando com Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, os dois maiores papa-prêmios que já existiram. O terceiro homem era Virgil Van Dijk, um pouco esquecido na cadeira mais à direita da tela. Mas, em instantes, seria ele a receber todos os holofotes quando se tornou o primeiro zagueiro a ser eleito o melhor da Europa pela Uefa.

[foo_related_posts]

Os treinadores dos 80 clubes que disputaram a fase de grupos da Liga Europa (48) e da Champions League (32) na última temporada compuseram uma lista com três escolhidos, em ordem de preferência, sem poder votar em seus próprios jogadores. O primeiro ficou com cinco pontos, o segundo com três e o terceiro comum. Van Dijk recebeu 305 pontos, contra 207 de Messi e 74 de Cristiano Ronaldo. Sadio Mané (51), Mohamed Salah (49), Eden Hazard (38), Matthijs de Ligt (27), Frenkie de Jong (27) e Raheem Sterling (12) completaram os dez primeiros.

“Tem sido uma longa caminhada, mas faz parte da minha jornada, faz parte de quem eu sou”, afirmou o zagueiro de 28 anos. “Eu precisava desse jeito. Não sou um jogador que tinha 18 anos e subiu imediatamente. Eu precisei trabalhar duro para cada passo do caminho. Faz parte de mim e fico muito feliz por isso. Fico muito orgulhoso de receber esse troféu e o crédito é de todos que me ajudaram ao longo do caminho”.

A premiação tem o atual formato e nome desde 2011, mas existe desde 1998. O único outro jogador com tarefas defensivas condecorado foi Gianluigi Buffon, em 2002/03. Além de primeiro zagueiro, Van Dijk também é apenas o segundo jogador do Liverpool a receber o troféu, ao lado de Steven Gerrard em 2004/05, que também liderou uma campanha de título europeu. Van Dijk atuou os 90 minutos de todos os jogos, exceto a ida das oitavas de final contra o Bayern de Munique, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, marcou dois gols e deu duas assistências. Foi eleito o craque da final contra o Tottenham.

Desde que chegou ao Liverpool, em janeiro do ano passado, Van Dijk liderou o processo que tornou segura a defesa do campeão europeu e foi, segunda a Uefa, o zagueiro que mais saiu de campo sem seu time ser vazado na última temporada. Também contribuiu para a chegada da Holanda à final da primeira edição da Liga das Nações, sempre titular e com dois gols.

Van Dijk foi obviamente também eleito o melhor defensor da temporada e seu companheiro de time Alisson ficou com o troféu de melhor goleiro. Frenkie de Jong foi o melhor meio-campista, e Lionel Messi, o melhor atacante. A excelente lateral direita Lucy Bronze, do Lyon e da seleção inglesa, ficou eleita a melhor jogadora da Europa.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo