Champions LeagueEuropaLiga Europa

Uefa exclui Fener da Champions. O Galatasaray agradece

A Uefa reiterou na última reunião de seu conselho o combate cada vez mais duro à manipulação de resultados no futebol. E a prova de que a promessa dos dirigentes não foi em vão veio nesta terça-feira, de maneira bastante dura para Fenerbahçe, Besiktas e Steaua Bucareste. Os três clubes foram punidos pela entidade pelo envolvimento em casos do tipo.

A pena mais dura recai sobre o Fener, que ficará de fora das próximas duas competições continentais para as quais se classificar – incluindo a Liga dos Campeões 2013/14, na qual estaria nas preliminares. E o clube poderá ser punido uma terceira vez, caso seja reincidente em cinco anos. Em 2011/12, os Sari Kanaryalar tinham recebido sanção parecida, excluídos da fase de grupos da LC pelo mesmo escândalo de manipulação de resultados, que estourou na reta final do Campeonato Turco de 2010/11 e só teve suas conclusões agora. Desta vez, além do clube, três dirigentes foram punidos, suspensos do futebol pelo resto da vida por um Tribunal de Istambul. Entre eles, o presidente Aziz Yildirim.

O Besiktas, que combinou o resultado da decisão da Copa da Turquia de 2011 contra o Istanbul BB, perderá sua vaga na Liga Europa 2013/14, mas poderá voltar aos torneios europeus já na próxima temporada. Presidente das Kara Kartallar, Fikret Orman promete recorrer da decisão no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS). Sem Fenerbahçe e Besiktas, o Bursaspor entre nas preliminares da LC, enquanto o Kasimpasa herda um lugar na LE.

Já o Steaua Bucareste teve a punição mais branda dos três. Apesar de ter seu nome ligado a escândalo na Romênia, o clube segue confirmado na segunda fase preliminar da Liga dos Campeões 2013/14. Os problemas só acontecerão se os romenos forem reincidentes no caso dentro dos próximos cinco anos, perdendo vaga nas competições continentais.

Dentro de suas perspectivas, a Uefa tomou uma postura louvável. Acompanhou o processo promovido pela federação turca desde 2011 e puniu de maneira tão dura como havia prometido os envolvidos com o caso. É o mínimo que se pode esperar da entidade, além do fomento nas investigações para tentar eliminar a combinação de resultados do futebol.

Já entre os clubes, o único caso realmente delicado é o do Fenerbahçe. Mais do que a perda de alguns milhões de euros, a exclusão da Liga dos Campeões afasta jogadores tarimbados do clube. Foi exatamente isso o que aconteceu em 2011, quando Diego Lugano, André Santos e Daniel Güiza preferiram se transferir.

E o enfraquecimento do elenco poderá trazer uma consequência ainda mais indesejada ao Fener: o impulso ao Galatasaray. Em alta e com caixa para fazer grandes contratações, o Cim Bom já fez ótima campanha na Liga dos Campeões 2012/13 e conquistou o bicampeonato turco. Único dos grandes do país a se livrar do escândalo de 2011, agora tem a honestidade recompensada para estabelecer uma hegemonia no país.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo