Europa

Treinado por Tomasson, o Malmö reafirma sua força ao reconquistar o Campeonato Sueco depois de três anos

O Malmö possui uma história imponente, como o único clube da Suécia a disputar uma decisão de Champions e por ser a casa de diversos craques históricos do país. Neste domingo, os celestes reafirmaram sua posição como maiores campeões nacionais. Depois de um hiato de três anos, o time conquistou o Campeonato Sueco com três rodadas de antecedência. A agremiação amplia o sucesso vivido ao longo da última década, quando voltou a dominar a liga e marcou presença em diferentes edições das competições continentais.

AIK e Djurgardens foram os responsáveis por tirar o Malmö do topo nos dois últimos anos. Todavia, nesta temporada ambos estiveram distantes de competir com o domínio dos celestes no Campeonato Sueco. A equipe conquistou 16 vitórias em 27 partidas disputadas até o momento, com apenas três derrotas. Possui o melhor ataque e também a melhor defesa da liga. O Elfsborg, o concorrente mais próximo nesta reta final, aparece a dez pontos de distância. Já o Norrköping, que liderou boa parte do primeiro turno, despencou na metade final da competição e figura num modesto quinto lugar.

Contando com um caixa gordo, fruto das participações costumeiras nas competições continentais, o Malmö reúne um elenco experiente. Entre suas principais figuras aparecem jogadores das seleções escandinavas, como o artilheiro Isaac Kiese Thelin, o veterano Ola Toivonen, o ponta Jo Inge Berget e o meio-campista Anders Christiansen. Já no comando técnico, os celestes fizeram uma aposta interessante nesta temporada ao contratarem Jon Dahl Tomasson. O rodado centroavante treinou alguns clubes de menor expressão da Eredivisie e passou os últimos quatro anos como assistente da seleção dinamarquesa. Ganhou uma chance na Suécia e pagou a confiança da diretoria.

A escolha de Tomasson era motivada principalmente por seu trabalho ao lado de Age Hareide, que treinou o Malmö antes de dirigir a Dinamarca e vinha de uma boa passagem pelo clube. A recuperação se viu em pouco tempo, com o novo treinador sustentado apesar da eliminação nos 16-avos de final da Liga Europa passada, durante suas primeiras semanas de trabalho. Com ótimo aproveitamento na liga e um padrão de jogo bem consistente, os celestes desfrutam do impacto de seu técnico.

O título foi confirmado neste domingo, com a goleada por 4 a 0 sobre o Sirius. A partida não teve público por conta da pandemia, assim como o próprio Tomasson seria uma ausência sentida no banco de reservas. Após contrair a doença, o comandante de 43 anos precisou fazer sua festa em isolamento. Já o capitão Anders Christiansen, que participou das comemorações, sentiu os sintomas horas depois e também foi diagnosticado com o vírus. O jantar com os campeões foi cancelado, sob o risco de se ampliar um possível surto.

A conquista coloca o Malmö de novo nas preliminares da Champions durante a próxima temporada e, por tabela, encurta o caminho ao menos à fase de grupos da Liga Europa. É uma oportunidade para que a roda da fortuna continue girando aos celestes. Com 24 títulos nacionais, a agremiação abre 11 de frente sobre IFK Göteborg e Norrköping como maior campeã do país. Uma diferença acentuada pela bonança recente no sul da Suécia. A coroa deste domingo aponta como a hegemonia pode se ampliar.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo