Europa

Aqui você vê o que de melhor aconteceu na temporada europeia que acabou de acabar

Acabou! Acabou! É deca! É deca!

Pois é, o décimo título do Real Madrid marcou o final da temporada europeia 2013/14. E é fazendo essa menção gratuita a uma narração famosa de Galvão Bueno que iniciamos a apresentação de nosso tema da semana. Afinal, vamos falar de retrospectiva da temporada, e é claro que a conquista do Real Madrid ficou como um de seus marcos.

LEIA MAIS: Di María chamou a responsa por C. Ronaldo e pode fazer isso por Messi na Copa

Não tem muito segredo. A cada dia vamos publicar um ranking com o que de mais interessante ocorreu dentro de cinco temas. Consultamos um colégio eleitoral qualificado (mentira, fizemos a eleição dentro da redação) para definir os nomes ou histórias que entram em cada lista.

Claro que não temos a pretensão de que nossas escolhas sejam as corretas. Cada um tem sua opinião, e você é livre para cornetar a nossa (desde que educadamente, claro). Aliás, você tem o dever cívico de cornetar a nossa, deixando registrado quem ou o que você acha que merecia um espaço, e quem ou o que não merecia.

Segunda: A nossa seleção da temporada

O 11 ideal, mas considerando apenas o futebol apresentado entre agosto de 2013 e maio de 2014. E, claro, considerando que a gente fosse colocar esse time para jogar, respeitando uma organização tática minimamente decente.

Terça: Os 10 jogos mais espetaculares

Os jogaços da temporada, as partidas emocionantes ou simbólicas, importantes ou que apenas cumpriam tabela, mas que deixaram que as viu com a sensação de ter presenciado um dos grandes momentos do futebol.

Quarta: Os 10 gols mais bonitos

Só golaço, independentemente da importância deles.

Quinta: As 10 melhores histórias

Os fatos da temporada 2013/14 que serão lembrados e discutidos em 2015, 2016, 2017, 2018…

Sexta: Os 10 momentos mais alternativos

Nada de time grande! Nada de jogador milionário! Aqui o negócio é celebrar os momentos mais alternativos da temporada europeia. A glória dos pequenos, a tosqueira que merece ser celebrada, as façanhas que jamais serão repetidas.

VEJA TAMBÉM:
– [Vídeos] A loucura tomou as ruas nas festas de Atlético, Arsenal, Juventus e River Plate
– A derrota dói na pele, mas não diminui a alma deste grande Atlético de Madrid
– A Juve recordista de pontos tem mais méritos próprios que deméritos dos outros
– Ataque avassalador e crescimento na hora certa dão título ao Manchester City
– Este vídeo mostra como os nove anos de jejum do Arsenal duraram uma eternidade
– Temporada do Bayern termina com quatro títulos, mas também com críticas justas

Mostrar mais

Ubiratan Leal

Ubiratan Leal formou-se em jornalismo na PUC-SP. Está na Trivela desde 2005, passando por reportagem e edição em site e revista, pelas colunas de América Latina, Espanha, Brasil e Inglaterra. Atualmente, comenta futebol e beisebol na ESPN e é comandante-em-chefe do site Balipodo.com.br. Cria teorias complexas para tudo (até como ajeitar a feijoada no prato) é mais que lazer, é quase obsessão. Azar dos outros, que precisam aguentar e, agora, dos leitores da Trivela, que terão de lê-las.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo