Conference LeagueEuropaLiga Europa

Paços de Ferreira é a grande surpresa na ida da última fase preliminar da Conference, ao vencer o Tottenham

Os Spurs mudaram o time inteiro que venceu o Manchester City e, cheios de garotos, não deram conta do recado em Portugal

As copas europeias vivem o momento decisivo de suas preliminares, com a definição dos últimos classificados à fase de grupos. A quinta-feira seria repleta de partidas importantes pela Liga Europa e pela Conference, com os jogos de ida. E a grande decepção coube ao Tottenham. Depois da imponente estreia na Premier League, derrotando o Manchester City, os Spurs mudaram o time inteiro para encarar o Paços de Ferreira em Portugal. Com muitos adolescentes, sobretudo no ataque, os londrinos pouco ameaçaram os lusitanos e sofreram a derrota por 1 a 0. Precisarão vencer na Inglaterra para evitar uma inesperada eliminação antes da fase principal.

Todavia, o Tottenham não foi a única equipe tradicional que deslizou, embora os demais representantes das grandes ligas nacionais na Conference tenham vencido. Dividida em Rota dos Campeões e Rota da Liga, a Conference classificará os 22 vencedores de suas preliminares para os seus grupos. Já a Liga Europa define apenas dez times à sua fase de grupos, sem a divisão entre Rota da Liga e Rota dos Campeões. Os dez perdedores dos confrontos classificatórios da Liga Europa, além do mais, serão repescados à fase de grupos da própria Conference.

Conference League

O Tottenham entrou em campo com três reforços desta temporada fazendo suas estreias: Cristian Romero, Bryan Gil e Pierluigi Gollini. A ala mais experiente da equipe titular era representada por Giovani Lo Celso, Matt Doherty, Ben Davies e Harry Winks. Porém, Nuno Espírito Santo deu lugar a diversos garotos. O ataque era comandado por Dane Scarlett, de 17 anos, com a armação de Nile John, de 18. Fogueira tremenda a dois novatos que tinham acumulado parcos minutos durante a temporada passada.

Sem que o Tottenham conseguisse produzir muito durante a primeira etapa, o Paços de Ferreira saiu em vantagem nos acréscimos. O atacante brasileiro Lucas Silva aproveitou um contra-ataque para balançar as redes dos londrinos. Durante a etapa final, com um banco de reservas repleto de outros jovens, Nuno Espírito Santo não tinha muitas peças para mudar o jogo a favor dos Spurs. Assim, não conseguiu sequer forçar uma defesa do goleiro adversário e precisará reverter a situação da equipe em Londres, na próxima semana. O empate classificará os portugueses. Outro clube do país a vencer foi o Santa Clara, que em casa anotou 2 a 1 em cima do Partizan Belgrado.

De resto, os demais representantes das cinco grandes ligas fizeram suas partes. A Roma tinha o jogo mais difícil, pegando o Trabzonspor na Turquia, mas ganhou por 2 a 1. Lorenzo Pellegrini abriu o placar aos italianos, Andreas Cornelius empatou e Eldor Shomurodov garantiu o triunfo na reta final. Matías Viña seria um dos titulares de José Mourinho. O Union Berlim voltou às copas europeias após duas décadas e goleou o KuPS por 4 a 0 dentro da Finlândia. Taiwo Awoniyi marcou dois gols e deu uma assistência, enquanto Max Kruse e Andreas Voglsammer completaram o passeio. Já o Rennes fez 2 a 0 no Rosenborg, dentro do Roazhon Park. Os franceses cumpriram o dever de casa com gols de Nayef Aguerd e Sehrou Guirassy.

Dentre os outros clubes tradicionais que venceram, o placar mais amplo foi aplicado pelo Feyenoord. A equipe de Roterdã goleou o Elfsborg da Suécia por 5 a 0 no Estádio De Kuip, com três tentos de Luis Sinisterra. O Copenhague derrotou o Sivasspor por 2 a 1 em plena Turquia, enquanto o Viktoria Plzen fez 2 a 0 no CSKA Sofia dentro da República Tcheca. Complicando-se, o PAOK penou para arrancar o 1 a 1 contra o Rijeka na Grécia, com o gol de empate nos acréscimos do segundo tempo. Drama parecido viveu o Anderlecht, nos 3 a 3 contra o Vitesse na Bélgica. Yari Verschaeren só igualou nos acréscimos da etapa final e Lior Refaelov ainda perdeu o pênalti que daria a virada depois disso.

Já entre os pequenos que sonham, muitas surpresas podem pintar na Rota dos Campeões. O Flora Tallinn da Estônia começou ganhando dentro de casa do Shamrock Rovers, por 4 a 2. O Zalgiris segurou o empate por 2 a 2 na Lituânia contra o Bodo/Glimt. Já o Lincoln Red Imps, de Gibraltar, pode aprontar depois do 1 a 1 contra o Riga FC na Letônia. Ficam também menções honrosas na Rota da Liga ao Raków Czestochowa, que venceu o Gent por 1 a 0 na Polônia, e ao St. Johnstone, que saiu com o empate por 1 a 1 na visita ao LASK Linz na Áustria.

A rodada também teve destaques brasileiros. O Basel ganhou do Hammarby por 3 a 1 na Suíça, com três gols de Arthur Cabral – incluindo uma pintura de fora da área. O centroavante soma 12 gols em oito aparições pelo clube neste início de temporada. Já o Kairat Almaty bateu o Fola Esch por 4 a 1 em Luxemburgo. Vagner Love comanda o ataque dos cazaques e anotou dois gols, além de ter dado uma assistência.

Rota dos Campeões

Zalgiris-LIT 2×2 Bodo/Glimt-NOR
Neftchi Baku-AZE 3×3 Maccabi Haifa-ISR
Flora-EST 4×2 Shamrock Rovers-IRL
Riga-LET 1×1 Lincoln Red Imps-GIB
Fola Esch-LUX 1×4 Kairat-CAZ

Rota da Liga

Qarabag-AZE 1×0 Aberdeen-ESC
Basel-SUI 3×1 Hammarby-SUE
Viktoria Plzen-TCH 2×0 CSKA Sofia-BUL
Paços de Ferreira-POR 1×0 Tottenham-ING
Rennes-FRA 2×0 Rosenborg-NOR
Anderlecht-BEL 3×3 Vitesse-HOL
LASK Linz-AUT 1×1 St. Johnstone-ESC
Shakhter-CAZ 1×2 Maccabi Tel Aviv-ISR
PAOK-GRE 1×1 Rijeka-CRO
KuPS-FIN 0x4 Union Berlim-ALE
Feyenoord-HOL 5×0 Elfsborg-SUE
Raków Czestochowa-POL 1×0 Gent-BEL
Sivasspor-TUR 1×2 Copenhague-DIN
Santa Clara-POR 2×1 Partizan-SER
Trabzonspor-TUR 1×2 Roma-ITA
Hapoel Be’er Sheva-ISR 0x0 Anorthosis-CHP
Jablonec-TCH 5×1 Zilina-ESQ

Liga Europa

A Liga Europa também teve suas surpresas, mas em menor número. O principal tropeço foi protagonizado pelo Galatasaray. Na visita à Dinamarca, os Leões só empataram com o Randers por 1 a 1. Kerem Atürkoglu abriu o placar para os turcos, mas Frederik Lauenborg igualou aos anfitriões. O Royal Antuérpia promoveu a estreia de Radja Nainggolan, entrando no segundo tempo, mas perdeu do Omonia Nicósia por 4 a 2 no Chipre. Loizos Loizou foi o destaque com dois gols. Já o Slavia Praga empatou em casa com o Legia Varsóvia, por 2 a 2. Por duas vezes os tchecos precisaram buscar o prejuízo no Estádio Sinobo.

De resto, nenhum resultado fora da curva. O Rangers, ainda assim, flertou com novo desastre. Depois de decepcionar na Champions contra o Malmö, o clube escocês sofreu para ganhar dos armênios do Alashkert em Ibrox, por 1 a 0. Os Teddy Bears ficaram com dez no fim do primeiro tempo, após a expulsão de John Lundstram. Foi apenas na segunda etapa que Alfredo Morelos definiu o triunfo, num jogo em que os visitantes finalizaram uma mísera vez. A equipe de Steven Gerrard jogará pelo empate na visita à Armênia.

O Fenerbahçe também venceu com aperto o HJK Helsinque, dentro do Sükrü Saraçoglu. O garoto Muhammed Gumuskaya definiu o triunfo por 1 a 0 com um golaço. O Olympiacos cumpriu as expectativas com os 3 a 0 sobre o Slovan Bratislava em Pireu, mesmo placar aplicado pelo Rapid Viena contra o Zorya Luhansk na Áustria. Já o único visitante a vencer na Liga Europa foi o Sturm Graz, ganhando o Mura por 3 a 1 na Eslovênia.

Randers-DIN 1×1 Galatasaray-TUR
Rapid Viena 3×0 Zorya Luhansk-UCR
Celtic-ESC 2×0 AZ-HOL
Fenerbahçe-TUR 1×0 HJK Helsinque-FIN
Mura-ESL 1×3 Sturm Graz-AUT
Omonia Nicósia-CHP 4×2 Royal Antuérpia-BEL
Olympiacos-GRE 3×0 Slovan Bratislava-ESQ
Rangers-ESC 1×0 Alashkert-ARM
Slavia Praga-TCH 2×2 Legia Varsóvia-POL
Estrela Vermelha-SER 4×0 Cluj-ROM

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo