Europa

Os pênaltis entre United e Milan se arrastaram tanto que até Gattuso e Mourinho quiseram cobrar

Quando seu time não está em campo, todo mundo gosta de assistir a uma boa disputa por pênaltis. No entanto, às vezes ela até cansa. Exatamente o que aconteceu nesta quarta, quando Manchester United e Milan se enfrentaram pela International Champions Cup. O duelo na Califórnia terminou empatado em 1 a 1. Alexis Sánchez abriu o placar para os Red Devils no primeiro tempo, pouco antes de Suso igualar. E para deixar o público americano feliz de alguma forma, diante do equilíbrio que prevaleceu ao final dos 90 minutos, os dois times foram para a marca da cal. Precisaram de 26 chutes até que os ingleses ficassem com a vitória por 9 a 8.

Obviamente, os goleiros estiveram entre os destaques do amistoso. Pepe Reina, substituindo Gianluigi Donnarumma durante a partida, se mostrou um tanto quanto pilhado, mas fez defesas decisivas e converteu seu chute com categoria. Já o português Joel Pereira mostrou a David De Gea como se faz, após a escolha questionável do espanhol em cair apenas para um lado no duelo contra a Rússia durante a Copa do Mundo. Os batedores precisaram se repetir e a disputa só teve um basta quando Franck Kessié pareceu cansado demais daquela contenda arrastada. Mandou uma patética cavadinha por cima do travessão, dando a vitória aos Red Devils.

A melhor cena da disputa por pênaltis, todavia, aconteceu do lado de fora do campo. Gennaro Gattuso e José Mourinho podem não ser as pessoas mais amistosas, mas estavam de bom humor no duelo de pré-temporada. Depois do 22° chute, em que os jogadores precisariam se repetir, o treinador italiano bateu no peito e chamou o português para irem à marca da cal. Levaram na brincadeira, com largos sorrisos no rosto e um bom abraço.

Já na saída do jogo, os assuntos foram bastante diferentes durante as coletivas. Gattuso falou sobre as especulações de que o Milan teria interesse em Antonio Conte para substituí-lo no cargo: “Essa história me faz dar risada. Estou relaxado, fico feliz que o presidente me ligou. Mas eu encontro a paz a partir do trabalho que faço todos os dias. Não preciso consertar qualquer coisa que não está quebrada ainda”. Além disso, garantiu que não há qualquer problema com Leonardo, novo diretor de futebol, com quem “esclareceu as pendências anos atrás”, e garantiu que a atuação da equipe foi melhor do que o esperado, pela mentalidade dos jogadores.

José Mourinho, por sua vez, tratou do mercado de transferências. Afirmou que Matteo Darmian deseja sair e garantiu que não irá impedir o desejo do lateral, embora o clube vá esperar uma proposta de valor justo. Além disso, negou quaisquer problemas com Anthony Martial, diante dos rumores de que o ponta também gostaria de deixar Old Trafford: “Permiti que Martial fosse a Paris, depois que me contou que sua esposa daria à luz. Quando um homem vai se tornar pai, ele decide o quanto é importante estar presente, acho que ninguém tem o direito de pará-lo”. Segundo o português, os Red Devils devem tentar mais duas contratações até o final da janela de transferências.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo