Europa

Olympiacos aumenta o seu contingente de medalhões trazendo James Rodríguez de volta à Europa

Após um ano no Catar, o colombiano se reencontrará com Marcelo no clube grego - e outras figurinhas carimbadas

No dia do fechamento da janela de transferências da Grécia, o Olympiacos anunciou mais um grande nome do futebol mundial. Após Marcelo, contratou James Rodríguez que passou o último ano no Al Rayyan, do Catar. O colombiano chegou a ser especulado no Botafogo, mas queria retornar ao futebol europeu, no qual defendeu Porto, Monaco, Real Madrid, Bayern de Munique e Everton.

A ida de James ao Catar foi estranha. Ele tem idade boa para o nível mais alto, ainda com 31 anos, e não havia feito uma temporada desastrosa pelo Everton. Contratado por Carlo Ancelotti, sofreu com muitas lesões, mas colecionou também bons momentos quando esteve em campo. Sua posição no elenco, porém, passou a ser contestada quando Ancelotti saiu para o Real Madrid e deu lugar a Rafa Benítez.

Ele provavelmente teria mercado na Europa se quisesse permanecer, mas decidiu fazer um movimento geralmente reservado a jogadores mais veteranos. Fez apenas 14 jogos pelo Al Rayyan, com cinco gols, e não entra em campo em partidas oficiais desde o começo de março. E não é que o clube do Catar não precisasse de James, lanterna do campeonato nacional após sete rodadas, com apenas um ponto.

James foi anunciado pelo Olympiacos pouco depois da rescisão do seu contrato ser confirmada pelo Al Rayyan. “O Al Rayyan encerra o contrato do profissional colombiano James Rodríguez, por acordo mútuo, após chegar a um acordo entre as duas partes”, disse o clube, em uma publicação no Twitter. “Ele está aqui!”, comemoraram os gregos. “Seja bem-vindo ao Olympiacos e ao Pireu, James Rodríguez”.

Na Grécia, James se reencontrará com o ex-colega de Real Madrid, Marcelo, com o qual foi visto nesta quinta-feira nas tribunas do estádio durante a derrota por 3 a 0 para o Freiburg. O Olympiacos, que tem o mesmo dono do Nottingham Forest, líder do mercado com duas dezenas de contratações ao retornar à Premier League, também trouxe o lateral croata Sime Vrsaljko e conta com outros nomes conhecidos em seu elenco, como o goleiro Tomás Vaclik, o zagueiro Kostas Manolas e o atacante Mathieu Valbuena.

Em teoria, James Rodríguez ainda teria futebol para contribuir bastante, por mais que haja dúvidas sobre a intensidade de um time com tantos veteranos importantes. Ele explodiu pelo Porto e foi contratado por uma bolada pelo Monaco – na época em que o clube francês investia bastante. Mudou-se para o Real Madrid após fazer uma grande Copa do Mundo e teve momentos importantes no Santiago Bernabéu. Mas perdeu espaço e tentou reencontrar seu melhor futebol em um empréstimo ao Bayern de Munique e depois no Everton. Seus últimos anos na Europa foram irregulares.

A pesada derrota para o Freiburg em casa foi a segunda do Olympiacos na fase de grupos da Liga Europa, lembrando que apenas o primeiro colocado avança direto às oitavas de final, sem passar pela repescagem com os terceiros colocados da Champions League. No Campeonato Grego, a equipe está em terceiro lugar, com oito pontos, a quatro do líder Panathinaikos. Foram disputadas quatro rodadas.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo