Europa

Na Irlanda, urinar em campo virou um problema sério

As pessoas deveriam ser civilizadas ao ponto de que não precisássemos emitir avisos para não urinar em público. Em pleno ano de 2013, ainda vemos sanções e multas para esses indivíduos que se aliviam em lugares abertos.

Foi o que aconteceu com o pessoal do Shamrock Rovers, que disputa a liga irlandesa. Os rapazes indignaram a federação local, que fez um edital para publicar num jornal local, avisando que se alguém fosse pego “regando o terreno com urina”, seria expulso de campo.

O que aconteceu para irritar tanto assim a entidade? Árbitros estavam constantemente relatando na súmula que atletas e até substitutos estavam fazendo uso de dependências no gramado para fazer o número 1, não recorrendo aos vestiários, que para quem não sabe, ainda são os locais mais adequados para esta prática.

O edital dizia o seguinte: “Fomos avisados de que os árbitros estavam emitindo um alto número de advertências para este tipo de comportamento nesta temporada. Vários jogadores foram flagrados urinando a céu aberto ao invés de usar os banheiros dos estádios. Por favor, que fique observado que agora os árbitros estão permitidos a expulsar qualquer jogador ou membro da comissão técnica que estiver violando esta norma”, avisa a federação irlandesa.

Pois é, agora os 20 times do Irlandesão já estão sabendo que a próxima aliviada dentro do gramado pode custar caro. Melhor dar uma corridinha até o vestiário para evitar o pior. Ou evitar tomar aquela cervejinha antes do jogo, já que o pessoal de lá adora um pint. Apostamos um engradado de cerveja stout que o goleiro paraguaio Chilavert seria expulso na primeira semana jogando pelo Shamrock se esta regra fosse válida nos anos 90.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é editor-chefe da Revista Relvado, zagueiro ocasional, ex-jornalista, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo