Europa

Morre Gary Speed, técnico de País de Gales

O técnico da seleção de País de Gales, Gary Speed, morreu na manhã deste domingo em sua casa, em Huntington, Cheshire, no oeste da Inglaterra.

Speed, 42 anos, foi encontrado morto com sinais de enforcamento. A polícia local acredita na possibilidade de suicídio e não trabalha com a hipótese de assassinato.

Carreira sólida no futebol inglês

Nascido no pequeno vilarejo de Mancot, na fronteira de País de Gales com a Inglaterra, Gary Speed começou a jogar profissionalmente no Leeds, em  1988. Meio-campista que aliava boa técnica e poder de marcação, foi campeão inglês na última edição da Football League, em 1991/92 e eleito para a seleção da temporada em 1992/93. Três anos mais tarde, se mudaria para o Everton, clube para o qual torcia desde criança e no qual permaneceu até 1998, quando foi para o Newcastle.

Nos Magpies, Speed viveu um de seus melhores momentos na carreira. Ficou por lá até 2004, conquistou o respeito de todos no clube, e saiu para defender  o Bolton quando já tinha 35 anos e parecia estar na fase final da carreira. Ainda jogou até 2008 nos Wanderers, e depois mudou-se para o Sheffield United, clube no qual começou como técnico em 2010.

Na seleção de País de Gales, Speed disputou 85 partidas e marcou quatro gols como jogador. No cargo de técnico, comandou a seleção nas últimas eliminatórias para a Eurocopa 2012, e foi eliminado no Grupo G, que contava com Inglaterra, Montenegro Suíça e Bulgária.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo