Liga Europa

Como Atalanta campeã europeia pode abastecer gigantes europeus na próxima janela

Éderson, Koopmeiners, Lookman e Scalvini: Atalanta terá trabalho para segurar destaques de 2023/24

Sob comando de Gian Piero Gasperini desde 2016, a Atalanta mudou de patamar no futebol italiano e europeu. Antes na luta por posições do meio para baixo na Serie A, passou a ser presença em competições europeias, terminando três vezes como terceiro (pode conseguir a quarta esse ano), ficou com três vices da Copa da Itália e até alcançou as quartas de final de Champions League. O auge dos oito anos do comandante de 66 anos veio nesta quarta-feira (22), com o título da Liga Europa ao bater o Bayer Leverkusen por 3 a 0.

Em todo esse período de sucesso para as realidades do time de Bérgamo, vários jogadores foram adquiridos por quantias baixas e depois revendidos por uns bons milhões: Rasmus Hojlund (negociado por 73 milhões de euros), Cristian Romero (52), Dejan Kulusevski (39) e muitos outros. Obviamente, com a consagração europeia hoje, podemos ter outras negociações na janela de transferências do verão, aberta a partir de 1º de junho. Por isso, a Trivela listou alguns dos nomes que podem dar o salto da Dea para outra equipe na Europa.

Éderson

Na decisão da Liga Europa, o brasileiro Éderson foi um verdadeiro cão de guarda. Aparecia em todo lugar do campo para roubar a bola ou efetuar interceptações essenciais aos italianos. O meio-campista, com passagens por Cruzeiro e Corinthians, venceu oito disputas individuais no jogo contra o Leverkusen, atrás apenas de Ademola Lookman (nove). Ao longo de toda competição foram 59 duelos vencidos, o líder do elenco empatado com o zagueiro Djimsiti, segundo o OptaJoao.

Já em meio à atual temporada, o jogador foi especulado na Juventus pelo bom desempenho, que também o levou a ser convocado pela primeira vez para Seleção Brasileira, incluso no grupo de 26 atletas que vão à Copa América.

Ederson fechou com a Atalanta no meio de 2022, adquirido por 22 milhões de euros após apenas cinco meses — de ótimo nível — na Salernitana. Na primeira temporada em Bérgamo, atuou em 37 vezes, 25 como titular, ganhando a vaga entre os 11 iniciais definitivamente em 23/24.

Lookman

O herói do título europeu não esteve envolvido em nenhuma especulação durante a temporada, mas quem marca um hat-trick, o primeiro em finais europeias desde 1975, pode despertar interesses. Em Bérgamo desde 2022, Lookman recuperou o bom futebol que prometia e vem das duas temporadas mais goleadores da carreira, com 15 gols em ambas — na atual, somou nove assistências contra seis na anterior.

Aos 26 anos, o inglês de origem nigeriana já tem carreira até que rodada. Saiu da base do Charlton Athletic para estrear no profissional, deu o salto para Premier League com apenas 20 anos para defender o Everton, que o venderia em 2019 ao RB Leipzig por 18 milhões — já tinha sido emprestado para o time alemão um ano antes.

Na segunda passagem na Alemanha, o atacante não ganhou muitas oportunidades e foi emprestado para Fulham e Leicester antes de fechar com a Atalanta pela metade do que o Leipzig desembolsou para tirá-lo do Everton.

De Ketelaere

Após sofrer em sua primeira temporada na Itália pelo Milan, Charles de Ketelaere, grande promessa do futebol belga, fechou a Atalanta por empréstimo de uma temporada para reencontrar o futebol. E realmente deu certo. O jovem meia é essencial até aqui na boa campanha da Dea no Campeonato Italiano com 16 participações em gols — terceiro no elenco.

Em teoria, ele deveria voltar para o Rossonero ao término da temporada. Porém, antes da decisão, o presidente da Atalanta, Antonio Percassi, garantiu que iria “fazer acontecer” a negociação para a permanência do jovem de 23 anos. Segundo o jornalista Fabrizio Romano, a cláusula de venda é 23 milhões de euros.

Koopmeiners

A saída de Teun Koopmeiners da Atalanta parece uma questão de tempo. O próprio jogador assumiu, em março, o desejo de sair em entrevista ao jornal holandês De Telegraaf.

— Disse à Atalanta que quero sair no verão. Eu e a minha namorada nos divertimos muito em Itália, mas, por alguns clubes ingleses, eu aguento a chuva (risos)! Espero que haja boas opções para considerar. E espero que a Atalanta receba uma boa quantia, porque eu passei lá momentos maravilhosos — revelou o sincero holandês.

Depois da final de Liga Europa, ele não quis abordar o assunto, focando em comemorar a taça: “Próxima temporada? Não sei. Veremos…”.

Apesar do interesse da Juventus, o Liverpool desponta como um dos favoritos para contratação do meia e a explicação é o novo treinador da equipe. Arne Slot treinou Koopmeiners entre 2019 e 2021 no AZ. Foi exatamente quando fez as melhores temporadas da carreira, com 16 e 17 gols, respectivamente — 23/24 é a terceira, com 15 tentos.

A Atalanta investiu 14 milhões em Teun, mas quer vendê-lo entre 60 e 70 milhões de euros, segundo o portal italiano Tuttosport. Bem o estilo de revenda que marca a era Gasperini.

Scalvini

“Ele pode ser um novo Bastoni”, disse, certa vez, Gasperini, comparando Giorgi Scalvani com o zagueiro ex-Atalanta que hoje defende a Internazionale. Talvez, seja até mais do que isso, já que o defensor de 20 anos, titular da Dea – mesmo reserva no início da decisão -, viu o nome ser especulado em Paris Saint-Germain, Real Madrid e Manchester United.

No clube de Bérgamo desde os 12 anos, Scalvani não demorou muito para engatar sequência no time principal e jogou 21 vezes logo na temporada de estreia, quando tinha apenas 17. Foram mais 34 partidas na temporada passada, fechando a atual com 43. Destro, o jovem defensor de 1,94 m também atua de lateral e já afirmou em entrevistas ser fã de Thiago Silva.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo