Europa

Cobiçado por gigantes, holandês pode esnobar Premier League e acabar em La Liga

Xavi Simons, emprestado ao RB Leipzig, pode ser vendido pelo PSG; times ingleses e Barcelona estão de olho no atacante holandês

O Paris Saint-Germain passará por mais mudanças a partir da próxima temporada. Se nesta, Lionel Messi e Neymar deixaram a equipe, Kylian Mbappé também já anunciou o seu adeus ao PSG no fim de 2023/2024, para provavelmente se juntar ao Real Madrid.

Mas nem essas mudanças no ataque devem fazer com que o time parisiense aproveite um atacante emprestado, que há no mínimo duas temporadas vem brilhando e mostrando evolução. Segundo o site HTTC, alguns dos principais clubes da Premier League mostraram interesse em contar com Xavi Simons.

E mesmo sendo dono do passe do jogador, após pagar 6 milhões de euros ao PSV por conta de uma cláusula contratual para ter o atleta de volta, o clube francês parece disposto a vender o holandês na próxima temporada. Recentemente, o site 90Min informou que o Paris Saint-Germain deseja receber 50 milhões de libras pelo atacante.

Cobiçado no mercado de transferências

E não faltam pretendentes para contar com o holandês, que está emprestado ao RB Leipzig nesta temporada. O HTTC informa que Arsenal, Chelsea, Manchester City e Aston Villa estão interessados no atleta. Dos quatro, três desses times disputarão a próxima edição da Champions League.

Mesmo assim, o desejo de Simons é voltar para um lugar que ele conhece muito bem. Antes de ser contratado pela primeira vez pelo PSG, em 2019, quando ainda tinha 16 anos, o atacante atuou por nove anos nas categorias de base do Barcelona. O time blaugrana também tem interesse em contar com o atleta, que inclusive teve o seu nome escolhido em homenagem a Xavi, ex-volante e atual técnico da equipe catalã.

Evolução constante

Sem muito destaque no estrelado time do PSG, Simons passou a realmente chamar atenção quando voltou à Holanda. Contratado pelo PSV com uma baixa cláusula de exclusividade, o atacante se tornou em pouco tempo o destaque do time de Eindhoven, e além de um dos artilheiros da Eredivisie de 2023, foi eleito o melhor jogador do futebol holandês no ano passado.

Contratado de volta pelo PSG, Simons foi imediatamente emprestado ao RB Leipzig, onde substituiu Nkunku à altura. Ao todo, foram 10 gols e 15 assistências com a camisa do time alemão.

– Eu acho que é óbvio que ele irá para algum time grande. Ele tem uma série de qualidades. É um jogador com potencial para chegar ao nível de Robben e Van Persie – afirmou Valentijn Driessen, repórter do De Telegraaf, o principal jornal da Holanda.

Com apenas 21 anos e sendo o grande jogador prodígio da Holanda nos últimos anos, Simons dá mostras cada vez maiores de maturidade para atuar em um time maior. Seja no PSG ou em outro clube, ele deve certamente ser um dos próximos nomes a se ficar de olho.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo