A guarda grandes histórias também nas divisões de acesso. E numa terça-feira em que os olhares de todo o mundo se voltam aos inapeláveis 6 a 0 aplicados pela Espanha em cima da Alemanha, este também é um dia de festa a Gibraltar e . Os dois nanicos conquistaram o acesso ao terceiro nível da Liga das Nações. É o maior momento do futebol gibraltarino, enquanto pode ser considerada a melhor campanha já registrada pela adulta dos faroeses.

Na Liga D, as atenções se voltavam ao confronto direto entre Malta e Ilhas Faroe, dois times que vêm de bons resultados recentes – dentro de suas limitações. Os malteses atravessam sua maior série invicta na história, com seis partidas sem perder até o embate desta terça. Os faroeses foram derrotados em recentes, mas também com uma invencibilidade de cinco partidas em compromissos oficiais. Em Ta’ Qali, Malta precisava da vitória em casa pelo acesso. O empate por 1 a 1, contudo, beneficiou as Ilhas Faroe.

Malta até saiu em vantagem com Matthew Guillaumier, aos nove minutos do segundo tempo, mas o gol do acesso de Ilhas Faroe aconteceu 15 minutos depois. Ari Jonsson foi o herói da noite, garantindo a promoção dos nórdicos. Vale lembrar que a conquista foi iniciada pelo emocionante triunfo dos faroeses por 3 a 2 no confronto direto com os malteses na primeira rodada. Malta estava em vantagem no até os 41 do segundo tempo, mas os anfitriões conquistaram um triunfo inesquecível em Tórshavn. Num grupo completado por Letônia e Andorra, as Ilhas Faroe terminaram com 12 pontos, sem derrotas na chave.

Já no outro grupo da Liga D, a celebração ficou por conta de Gibraltar. A equipe recém-filiada à Uefa havia encaminhado sua classificação ao ganhar de Liechtenstein em Vaduz. Assim, um empate bastaria no reencontro com seus principais concorrentes no Victoria. O placar de 1 a 1 seria suficiente à festa dos ibéricos. Um gol contra de Noah Frommelt deixou os gibraltarinos em vantagem. Noah Frick (filho do grande Mario Frick) até empatou para o principado, mas não impediu o acesso de Gibraltar.

Gibraltar terminou o Grupo D2 da Liga das Nações com duas vitórias e dois empates. Antes disso, tinha duas míseras vitórias em 34 compromissos oficiais desde sua admissão pela Uefa. Na mesma chave, vale destacar ainda os dois empates que San Marino arrancou contra os dois adversários. Desde sua inclusão nos torneios europeus em 1990, a equipe samarinesa tinha acumulado três empates oficiais nos 30 anos anteriores.

Outro acesso ocorrido nesta terça-feira veio na Liga C, a terceira divisão da Liga das Nações. Luxemburgo estava à frente no Grupo C1, mas derrapou ao empatar por 0 a 0 contra o dentro de casa. Melhor a Montenegro, que subiu à segundona ao golear o Chipre por 4 a 0. Aleksandar Boljevic foi o destaque com dois gols, enquanto Stevan Jovetic e Stefan Mugosa completaram a contagem. Os cipriotas, em compensação, disputarão um playoff de rebaixamento para evitar a queda à quarta divisão.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore