Europa

Futebol em Liechtenstein tem dono

Poucos times no mundo detêm uma hegemonia tão grande como a que ocorre em Liechtenstein. O futebol no pacato principado tem, sim, dono. A superioridade do Vaduz é tão evidente que a equipe chegou ao seu 40º título da Copa de Liechtenstein. E com um detalhe: desde 1998 só deu Vaduz.

O título desta temporada veio com três goleadas. O Vaduz entrou direto nas quartas de final, quando encaixou 8 a 1 sobre o Ruggell. Na fase seguinte foi a vez do Triesenberg, que saiu de campo com 8 a 0 contra.

A final, disputada no Rheinpark Stadion com 2.215 presentes, teve nova goleada. A vítima foi Eschen Mauren. No placar final, 5 a 0 para o Vaduz, com gols de Harrer, Sara, Schwengler, Ciccone e do brasileiro Arlan. Um passeio.

O time da capital de Liechtenstein tem pela frente, de novo, a Liga Europa, na qual entra na segunda fase de qualificação. O retrospecto, entretanto, é desanimador. A equipe nunca chegou à fase de grupos da competição. O mais longe que conseguiu avançar foi na temporada 2009-10, quando passou para a terceira fase de qualificação após despachar o Falkirk, da Escócia. Só que parou no Slovan Liberec, da República Tcheca. No ano passado parou na segunda fase de qualificações diante do dinamarquês Brondby.

Já na segunda divisão da Suíça, a vida segue e a briga do Vaduz continua para voltar à elite, mas está cada vez mais complicado. Com seis rodadas restantes, precisa tirar seis pontos do líder Lugano para se classificar sem playoffs. Além disso, precisa tomar cuidado com o Servette e o Lausanne-Sport, que começam a incomodar.

Armênia: Pyuink já está na cola do Ulisses

Campeão há 11 anos consecutivos, o Pyunik não largou bem na Premier League de Andorra, mas depois de seis rodadas disputadas, já retomou o caminho das vitórias. Ainda não é o líder, porém é bom que o Ulisses se cuide.

O Ulisses já somou 16 pontos e está vendo o Pyunik se aproximar, agora com apenas três pontos de diferença. Na cola, querendo atrapalhar as ambições dos dois times, está o Gandzasar Kapan, com 12 pontos.

Na parte debaixo da tabela, o Ararat Yerevan surge como grande candidato ao rebaixamento, com apenas um ponto conquistado. O Banants parece que quer entrar na briga, com três pontos somados.

Azerbaijão: Neftchi Baku com a taça na mão

O Neftchi Baku pode conquistar seu sexto título nacional já neste final de semana. Com quatro rodadas restantes e oito pontos de frente para o Khazar Lankoran, basta o Neftchi Baku vencer AZAL Baku e torcer por um tropeço do Khazar Lankoran diante do Inter Baku.

Se não for nessa rodada, o Neftchi Baku pode chegar ao título que não conquista desde 2005. Desde então, só um vice-campeonato em 2007.

Enquanto uns comemoram, outros se desesperam. O MOIK Baku já está rebaixado e o Simurq dá os últimos respiros na próxima rodada. Dependendo dos resultados, a equipe jogará a segunda divisão na próxima temporada.

Belarus: Sem surpresas, BATE Borisov assume a ponta

Foram necessárias seis rodadas para que a normalidade tomasse conta da Premier League de Belarus. Isso porque o BATE Borisov assumiu a liderança e já abriu quatro pontos para os segundo colocados Belshina Bobruisk, Shakhtyor Soligorsk e Gomel.

Cazaquistão: Lokomotiv Astana retoma liderança

A troca constante de times na liderança da Premier League do Cazaquistão impressiona nesse início de temporada. Em oito rodadas, cinco times já passaram pela ponta. A vez agora é do Lokomotiv Astana, que soma 19 pontos, dois a mais que o Zhetysu Taldykorgan. Na sequência dividem 16 pontos o Shakhter Karagandy e Aktobe, que também já estiveram na liderança.

Estônia: Flora deixa Sillamäe para trás

O começo arrasador do Sillamäe na Meistriliiga da Estônia foi só fogo de palha mesmo. Bastaram oito rodadas completas e o time caiu para a quarta colocação. Enquanto isso, o Flora assumiu a ponta depois de um início titubeante.

O líder soma 20 pontos e tem o Levadia e o Nõmme na cola, com 17 e 16 pontos, respectivamente. A tendência é de que o Flora siga crescendo e abrindo mais para o vice-líder nas próximas rodadas.

Ilhas Faroé: Brasileiros não passam em branco

Depois de quatro rodadas disputadas nas Ilhas Faroé, o KÍ Klaksvík e o EB/Streymur dividem a ponta com 10 pontos. Na sequência aparece o B36 Tórshavn com oito pontos. Na zona do rebaixamento, o B71 Sandoy só viu derrotas e segura a lanterna do campeonato.

Os brasileiros da competição começaram bem, apesar de viverem momentos distintos. Alex dos Santos, que defende do líder EB/Streymur, já marcou três vezes. Já Clayton Soares, do vice-lanterna 07 Vestur, anotou dois gols.

Letônia: Classificação instável

Um campeonato que tem nove times vai deixar sempre a tábua de classificação bastante inconstante, já que em cada rodada, algum time vai acabar folgando. Dessa forma está a primeira divisão da Letônia.

O Liepajas mantém a liderança depois de cinco jogos, mas tem o Ventspils na cola, três pontos atrás, só que com um jogo a menos. Mesma situação do atual campeão Skonto, que está a seis pontos do líder, mas com um jogo a menos.

Há, inclusive, quem jogou somente três vezes em cinco rodadas. Casos de Gulbene 2005 e Jurmala, não à toa que não somaram nenhum ponto até agora.

Lituânia: Ekranas na ponta

Seis rodadas disputadas e o Ekranas assumiu a liderança isolada A Lyga da Lituânia. Com 16 pontos, o atual tricampeão tem um à frente do Suduva, que não quer deixar o Ekranas escapar. Empatados na terceira colocação estão Zalgiris e Siauliai, com 13 pontos.

Moldova: Dacia Chisinau com a taça cada vez mais perto

A reta final do campeonato na Moldova tem o Dacia Chisianu muito perto do título. Com 34 jogos disputados, de 39 no total, o time abriu quatro pontos para o segundo colocado, o Sheriff. Só que o líder tem um jogo a menos que o vice. Com isso, tudo indica que a taça vai mesmo para o Dacia Chisinau, que pode ser campeão com algumas rodadas de antecedência.

San Marino: Seis times lutam pelo título

Tudo pronto para a fase final do Campeonato de San Marino. Os seis classificados para os playoffs já estão a postos. Os dois primeiros confrontos colocam frente a frente Libertas e Cosmos e La Fiorita e Tre Penne. Outra partida é entre Pennarossa e Tre Fiori, campeões de seus respectivos grupos.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo