Europa

Filho de Hagi mostra que talento com a bola vem no DNA

Sem muitas dúvidas, Gheorghe Hagi foi um dos maiores talentos do futebol na década de 1990. O meia pode não ter dado muita sorte com as camisas de Barcelona e Real Madrid, mas foi um monstro com a seleção romena, além de ídolo absoluto no Steaua Bucareste e no Galatasaray. E sua técnica apurada parece pronta a dar as caras nos gramados novamente.

Não que, aos 48 anos, Hagi voltará a jogar – o que não seria má ideia, diante dos consecutivos fracassos como técnico. Quem está pronto a brilhar agora é o filho do “Maradona dos Cárpatos”. Aos 15 anos, atua nas categorias de base do Viitorul Constanta, time fundado pelo próprio pai em 2009 e que já milita na primeira divisão. E se Ianis ganhar espaço, não será por nepotismo.

Camisa 10 e capitão, o meia marcou um golaço de falta na vitória sobre o Ceahlăului, em um torneio de juniores na Romênia. Mais uma prova de uma qualidade que chama tanta atenção e que já o levou para a seleção sub-15. Se um novo Hagi começar a brilhar com a camisa amarela em breve, não diga que não avisamos.

E, para provar que não é um lance ao acaso, outra obra-prima de Ianis Hagi:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo