Eurocopa 2024

Técnico da Espanha esbanja otimismo e cutuca Mbappé antes da semifinal: ‘Meus jogadores são melhores’

Luis de la Fuente elogia Mbappé e elenco francês, mas destaca 'fé cega' na seleção espanhola

Espanha x França farão um dos jogos mais aguardados da Eurocopa 2024. Nesta terça-feira (9), a partir das 16h (horário de Brasília), as duas seleções se enfrentam na Allianz Arena, em duelo que vale vaga na grande decisão do torneio.

Luis de la Fuente, técnico de La Roja, concedeu entrevista coletiva nesta segunda (8). Sempre sincero, direto e autêntico, o comandante espanhol traçou comparativo entre os times. E uma resposta em especial chamou a atenção.

Kylian Mbappé ou Nico Williams: quem é melhor neste momento? Ao receber tal questionamento, De la Fuente não titubeou e disse preferir seus jogadores.

— São dois grandes jogadores de futebol. Mbappé é excelente, mas os meus jogadores são os melhores. Temos uma matéria-prima que permite jogar de uma determinada forma. Tentaremos maximizar o potencial do nosso plantel. Temos jogadores muito rápidos e com capacidade de jogar um contra um, e isso nos aproxima do gol — afirmou o treinador.

Apesar da resposta favorável à Espanha, De la Fuente fez questão de destacar o brilho de Mbappé. Segundo o técnico de La Roja, o craque francês não precisa estar em um dia inspirado para decidir jogos. Sua genialidade é natural, e isso faz dele um dos jogadores mais especiais atualmente.

— Esse tipo de jogador de futebol é imprevisível. Seu nível 50% pode ser 100% de qualquer outro. Eles podem se dar ao luxo de não estar em um bom jogo e, com duas ações, vencê-lo. Mbappé é um super gênio e um craque. Tal como outros jogadores na França, tentaremos minimizar as suas condições, independentemente de quem estiver em campo, tenho uma fé cega na minha equipe.

Mbappé em treino da seleção francesa
Mbappé durante treino da seleção francesa (Foto: Icon Sport)

A qualidade da França preocupa?

Durante a coletiva, De la Fuente reforçou diversas vezes a qualidade do elenco francês. No entanto, em nenhum momento colocou os Bleus como superiores no confronto. Pelo contrário. O treinador acredita fielmente no potencial da Espanha, e para ele isso basta. Otimismo e confiança acima de tudo.

— O que valorizo ​​e analiso é o potencial. E é excepcional, fantástico. Tem jogadores de altíssimo nível e uma equipe muito boa (França). Sempre me divirto com o futebol. Não me aborrece. Temos estilos diferentes.

— Estamos nos recuperando bem. A desvantagem é o curto tempo de recuperação que todos nós aqui temos. Mas os jogadores estão acostumados com os novos métodos. Veremos como estamos amanhã, mas a motivação é superior a tudo que é físico. Estamos preparados. A França me parece uma equipe muito forte fisicamente, mas sabemos como combatê-los com os nossos pontos fortes.

Os espanhóis levam vantagem no retrospecto histórico contra os franceses. Em 36 jogos disputados desde 1922, La Roja venceu 16, contra 13 dos Blues — além de sete empates.

No último encontro entre as duas seleções, melhor para a França — vitória por 2 a 1 na Nations League de 2021. Mbappé e Benzema marcaram os gols dos Bleus, enquanto Oyarzabal descontou para os espanhóis.

Jogadores espanhóis celebram classificação contra a Alemanha
Jogadores espanhóis celebram classificação contra a Alemanha (Foto: Icon Sport)

Possíveis adversários na final da Euro

Quem avançar de Espanha x França enfrentará o vencedor de Holanda x Inglaterra na final da Eurocopa — marcada para domingo (14), no Estádio Olímpico de Berlim.

Holandeses e ingleses medirão forças na próxima quarta-feira (10), às 16h (horário de Brasília), no Signal Iduna Park, em Dortmund.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo