Eurocopa

Rummenigge revela que presidente da Uefa está pensando em Eurocopa em apenas um país-sede

Presidente do Bayern de Munique e homem forte no cenário político do futebol europeu, Karl-Heinz Rummenigge vazou uma possível mudança importante na disputa da Eurocopa 2020, adiada para este ano. O alemão revelou que Aleksander Ceferin, presidente da Uefa, estaria pensando em mudar a realização da Euro para apenas um país-sede, em vez das 12 cidades-sede em diferentes países como havia sido planejado.

Em entrevista ao jornal de Munique Muenchner Merkur, Rummenigge revelou que o mandatário da entidade que rege o futebol europeu estaria hesitante em seguir com a ideia de múltiplas sedes para a Eurocopa. “Eu sei que o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, que é incrivelmente cuidadoso com a Covid-19, está pensando se não faria mais sentido jogar o torneio em apenas um país”, contou ao jornal.

“Não devemos esquecer que a ideia deste torneio especial nasceu quando o coronavírus ainda não existia. Na época, era uma iniciativa da Comissão Europeia, que queria que o futebol fosse representado em toda a Europa”, afirmou o presidente do Bayern de Munique.

Em comunicado à agência de notícias AFP na terça-feira (19), um porta-voz da Uefa não negou a afirmação de Rummenigge, limitando-se a dizer que não havia informação ou “comentários a se fazer a esta altura”. O porta-voz acrescentou que a Uefa segue trabalhando com base no plano de que o torneio acontecerá em diferentes países da Europa, com diferentes cenários.

“Em acordo com as 12 cidades, estamos atualmente trabalhando com quatro cenários: estádios cheios, estádios com 50% a 100% de ocupação, 20% a 30% de ocupação e portões fechados.”

Segundo a emissora francesa France24, a Uefa espera anunciar uma decisão sobre a realização da Eurocopa como planejado em 5 de março. Com a pandemia ainda fora de controle em diversos países europeus e a restrição ou diminuição de voos, faz sentido que Ceferin reveja seus planos.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo