Eurocopa

Guia da Euro 2020: Suíça

Com uma seleção que se acostumou a aparecer nas grandes competições, a Suíça tenta surpreender na Euro 2020 com organização, força e talento no ataque

Este texto faz parte do Guia da Euro 2020.

Como foi o ciclo desde a Copa de 2018

Depois da Copa 2018, a Suíça conseguiu fazer uma boa campanha na Liga das Nações, na qual foi primeira colocada no seu grupo e se classificou à fase final. Na semifinal, perdeu para Portugal, que sediou a fase final. Nas Eliminatórias da Eurocopa, como cabeça-de-chave, conseguiu cumprir o favoritismo e ficou em primeiro lugar, com cinco vitórias, dois empates e só uma derrota. Classificou-se com facilidade para a Euro.

Na Liga das Nações de 2020, os suíços não conseguiram ter o mesmo sucesso. Ficaram em terceiro em um grupo que tinha dois gigantes, Espanha e Alemanha, à frente apenas da Ucrânia. Foram seis jogos e só uma vitória, três empates e duas derrotas. Na disputa por vaga na Copa do Mundo, que já começou, os suíços estão no mesmo grupo que a Itália, como acontece na Eurocopa. Até aqui, foram dois jogos e duas vitórias, contra Bulgária e Lituânia.

Como joga

A Suíça joga com uma variação de linha de três ou linha de cinco na defesa. Em alguns momentos, é um 3-4-1-2, em outros, um 5-2-1-2. Assim, varia seus jogadores de lado de campo como laterais ou alas. É um time defensivo que aposta nos seus melhores jogadores, que estão no ataque, para conseguir os resultados que precisa. É fisicamente forte e se impõe também pelo alto. Tem mais facilidade em defender do que atacar. Está longe do ferrolho suíço, como já foi conhecido pela alta capacidade de defender, mas ainda é um time mais confortável se defendendo e atacando em velocidade.

O craque

Xherdan Shaqiri, craque da seleção suíça (Imago / OneFootball)

Baixinho, forte e muito habilidoso, Shaqiri, de 29 anos, segue como o grande nome da seleção suíça. Com seu 1,69 metro, ele veste a camisa 23, mas é uma espécie de camisa 10: joga atrás dos atacantes, com liberdade de se movimentar para criar jogadas para os jogadores de frente. Tem um grande chute e é capaz de resolver partidas. O problema para ele, e para a seleção, é que jogou muito pouco ao longo da temporada pelo Liverpool. Foram 22 jogos, mas só sete deles como titular. A falta de jogos preocupa, mas a esperança segue alta.

Bom coadjuvante

Breel Embolo, o rápido atacante suíço (Imago / OneFootball)

Um poço de talento, o atacante de 24 anos do Borussia Mönchengladbach por vezes acaba chamando a atenção mais por suas confusões fora de campo do que pelo que faz dentro dele. E olha que não lhe falta futebol. Já foi pego dirigindo sem carteira de motorista e por ir a festas em meio às restrições da pandemia de Covid-19. Alto, forte e habilidoso, o jogador nascido na capital camaronense Yaoundé cresceu na Suíça, para onde seus pais imigraram quando ele ainda era criança. Tem potencial para ser um ótimo coadjuvante.

A promessa

Becir Omeragic, da Suíça (Imago / OneFootball)

Com apenas 19 anos, o zagueiro Becir Omeragic tem potencial para ser um zagueiro importante da seleção suíça em um futuro próximo. O jogador do Zürich é reserva, mas é considerado uma promessa do país e já disse que está pronto para dar o próximo passo, com uma possível transferência. Com um pouco mais de experiência, consegue brigar por uma vaga no time.

O veterano

Yann Sommer, goleiro da Suíça (Imago / OneFootball)

O goleiro de 32 anos é o mais experiente da seleção suíça. O jogador do Borussia Mönchengladbach não é dos mais altos, com 1,83 metro, mas conquistou o seu respeito jogando na Alemanha desde 2014. Está na seleção suíça desde 2012, com 61 jogos no currículo.

Técnico

Vladimir Petkovic, técnico da Suíça (Imago / OneFootball)

Vladimir Petkovic, 57 anos, vai para o seu terceiro grande torneio no comando da seleção suíça. Nascido em Sarajevo, foi para a Suíça aos 24 anos. Foi também por lá que começou a sua carreira de técnico, passando por clubes como Bellinzona, Malcantone Agno, Lugano, Young Boys e Sion. Também passou pelo Samsunspor, da Turquia, e a Lazio, da Itália, seu último trabalho antes de assumir a seleção do país, onde é a sua casa.

Retrospecto na Eurocopa

Os suíços estrearam em 1996, em uma Eurocopa que é marcante, mas seu melhor resultado foi justamente na última edição, em 2016. Foi até as oitavas de final, eliminada pela Polônia nos pênaltis.

Participações na Eurocopa: 4 (1996, 2004, 2008, 2016)

Melhor resultado: oitavas de final (2016)

Elenco

Pos NOME IDADE jogos gols CLUBE
1 G Yann Sommer 32 anos 61 0 Germany Borussia Mönchengladbach
2 D Kevin Mbabu 26 anos 12 0 Germany VfL Wolfsburg
3 D Silvan Widmer 28 anos 16 1 Switzerland Basel
4 D Nico Elvedi 24 anos 26 1 Germany Borussia Mönchengladbach
5 D Manuel Akanji 25 anos 29 0 Germany Borussia Dortmund
6 M Denis Zakaria 24 anos 32 3 Germany Borussia Mönchengladbach
7 A Breel Embolo 24 anos 43 5 Germany Borussia Mönchengladbach
8 M Remo Freuler 29 anos 29 3 Italy Atalanta
9 A Haris Seferović 29 ano 74 21 Portugal Benfica
10 M Granit Xhaka (C) 28 anos 94 12 England Arsenal
11 M Ruben Vargas 22 anos 12 2 Germany FC Augsburg
12 G Yvon Mvogo 27 anos 4 0 Netherlands PSV Eindhoven
13 D Ricardo Rodríguez 28 anos 81 9 Italy Torino
14 M Steven Zuber 29 anos 37 8 Germany Eintracht Frankfurt
15 M Djibril Sow 24 anos 16 0 Germany Eintracht Frankfurt
16 M Christian Fassnacht 27 anos 8 3 Switzerland Young Boys
17 D Loris Benito 29 anos 12 1 France Bordeaux
18 A Admir Mehmedi 30 anos 74 10 Germany VfL Wolfsburg
19 A Mario Gavranović 31 anos 30 14 Croatia Dinamo Zagreb
20 M Edimilson Fernandes 25 anos 22 2 Germany Mainz 05
21 G Jonas Omlin 27 anos 2 0 France Montpellier
22 D Fabian Schär 29 anos 60 8 England Newcastle United
23 M Xherdan Shaqiri 29 anos 91 23 England Liverpool
24 D Bećir Omeragić 19 anos 4 0 Switzerland Zürich
25 D Eray Cömert 23 anos 6 0 Switzerland Basel
26 D Jordan Lotomba 22 anos 2 0 France Nice
 

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Veja também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!