Eliminatórias da Eurocopa

A Dinamarca fez por onde, venceu a Eslovênia pela insistência e garantiu vaga na Eurocopa

Dinamarca empilha chances, leva susto, mas consegue triunfo crucial contra a Eslovênia para confirmar participação na Eurocopa

Todos os ingredientes apontavam para um grande jogo entre Dinamarca x Eslovênia nesta sexta-feira (17). Ambas as seleções empatadas com 19 pontos no Grupo H das Eliminatórias para a Eurocopa 2024, mesmo número de vitórias (6), empates (1), derrotas (1) e gols marcados (17). No papel, muito equilíbrio. E em campo também. Quem vencesse, garantiria a classificação com uma rodada de antecedência. E os dinamarqueses fizeram por onde.

Jogando em casa, no Estádio Parken, a Dinamarca se aproveitou da atmosfera favorável e venceu a Eslovênia por 2 a 1, com gols de Joakim Mæhle e Thomas Delaney. Erik Janža marcou o único gol dos visitantes, que estacionaram nos 19 pontos, caíram para a segunda colocação do Grupo H e precisarão ao menos de um empate contra Cazaquistão na última rodada. Como citado, os dinamarqueses, agora com 22 pontos, asseguraram classificação antecipada rumo a Euro.

Dinamarca abre o placar, mas cede empate em pintura eslovena

Desde os primeiros minutos, a distribuição e postura das equipes em campo já indicavam como seria a dinâmica da partida: a Dinamarca com mais posse de bola e a Eslovênia com as linhas baixas, buscando explorar os contra-ataques. Aos 11′, Jonas Wind aproveitou cruzamento na medida vindo da esquerda, subiu mais alto que a marcação eslovena e cabeceou, parando em defesa providencial do ótimo Oblak.

A pressão dinamarquesa era intensa e sufocava a Eslovênia, que se defendia como podia. Com 25′ no relógio, Kristansen, já dentro da área, cruzou e achou Joakim Mæhle que, como elemento surpresa no segundo pau, completou para o gol. Falha total de posicionamento da equipe visitante, que deixou o camisa 5 livre.

Resiliente, a Eslovênia empatou logo na sequência e em sua primeira finalização no jogo. Em cobrança de falta perfeita, Erik Janža acertou o ângulo de Schmeichel, que até voou, mas não conseguiu impedir a pintura. O 1 a 1 aumentou a intensidade dos dois times. Muita disputa no meio-campo e correria insana. Mas o empate permaneceu no placar até o final do primeiro tempo.

Schmeichel chegou a tocar na bola, mas não evitou o belo gol de falta de Erik Janža (Foto: Icon Sport)

Dinamarca se recupera, domina Eslovênia no segundo tempo e conquista vitória crucial

O roteiro se repetiu, e a Dinamarca também tomou a iniciativa na etapa complementar. Aos sete minutos, Højbjerg acionou Kristansen, que avançou pelo lado esquerdo e cruzou. De primeira, Poulsen arrematou e obrigou Oblak a espalmar. A blitz continuou. No lance seguinte, em bola despejada na área por Mathias Jensen, Vestergaard deu a famosa casquinha de cabeça e a pelota ficou a caráter para Thomas Delaney. Cara a cara com Oblak, o camisa 8 não desperdiçou e colocou os donos da casa à frente de novo.

A verdade é que a Eslovênia não viu bola na etapa complementar. O time visitante foi completamente envolvido pela rápida troca de passes da Dinamarca e não conseguiu reagir. Pelo contrário. Sofreu, e muito, com as investidas dos donos da casa. Oblak operou milagre em chute colocado de Poulsen e impediu uma derrota elástica.

Quando Dinamarca e Eslovênia voltam a campo

Na próxima segunda-feira (20), tanto Dinamarca quanto Eslovênia voltam a campo. A partir das 16h45 (horário de Brasília), os dinamarqueses enfrentam a Irlanda do Norte, fora de seus domínios, no Windsor Park. Já os eslovenos medem forças contra contra o Cazaquistão, em casa, no Stozice Stadion. Ambos os jogos são válidos pela 10ª e última rodada das Eliminatórias para a Eurocopa 2024.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme CalvanoRedator

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo