Eliminatórias da Eurocopa

Eurocopa 2024: Áustria vence Azerbaijão e se firma no continente com mais uma classificação

A Áustria disputará a Eurocopa pela terceira vez seguida em 2024 e mantém processo dos últimos anos em curso

A Áustria está classificada para Eurocopa de 2024. Nesta segunda-feira (16), a seleção comandada por Ralf Rangnick derrotou o Azerbaijão por 1 a 0 pela oitava rodada das Eliminatórias, em Baku, e garantiu vaga no torneio de seleções mais importante da Uefa pela quarta vez, sendo a terceira consecutiva. Marcel Sabitzer, de pênalti, marcou o gol da vitória austríaca.

Com 16 pontos conquistados em sete jogos, a Áustria não pode ser mais alcançada por Suécia e Azerbaijão no Grupo F das Eliminatórias para Euro. Com a classificação garantida, o objetivo austríaco passa a ser a liderança do grupo para ter a possibilidade de ser um cabeça de chave no sorteio do torneio europeu.

A liderança, no entanto, é improvável. A Bélgica tem os mesmos 16 pontos, mas tem uma partida a menos e já figura na primeira posição por levar vantagem no confronto direto. A Áustria, que ainda terá um último compromisso contra a Estônia em novembro, precisa pontuar mais que os Diabos Vermelhos, que ainda tem pela frente Suécia e Azerbaijão.

Áustria demora para transformar favoritismo em vantagem e tem sorte no fim

Mesmo jogando em Baku e vindo de derrota em casa para Bélgica, a Áustria era favorita por ter uma equipe melhor tecnicamente e que conseguiu bons resultados em 2023 sob o comando de Ralf Rangnick. A atuação nesta segunda-feira confirmou isso, mas o favoritismo demorou para ser transformado em vantagem no placar.

A seleção austríaca foi melhor durante a maior parte do jogo, sofrendo pouco defensivamente, mas desperdiçou as chances que criou no primeiro tempo. A melhor delas foi com o capitão Konrad Laimer, que recebeu de Schlager sozinho dentro da área e mandou para linha de fundo ao tentar encobrir o goleiro Magomedaliyev. Schlager, em voleio de canhota, e Kainz, na sobra de escanteio na segunda trave, também tiveram boas oportunidades e finalizaram para fora.

Na segunda etapa, por outro lado, a Áustria nem precisou fazer muito esforço para abrir o placar. Logo com um minuto, Marcel Sabitzer acertou o braço de Mammadov em cobrança de falta, e o árbitro assinalou pênalti. O próprio Sabitzer bateu e converteu a penalidade, acertando o canto direito de Magomedaliyev, que até acertou o canto, mas não conseguiu impedir o gol.

Os visitantes quase ampliaram minutos depois com Schmid, que exigiu boa defesa do goleiro azerbaidjano após receber enfiada de bola na área de Kalajdic e finalizar de primeira com o pé esquerdo. Já Wimmer desperdiçou a oportunidade criada por Sabitzer aos nove, cortando para dentro depois de dominar com certa liberdade pela esquerda dentro da área e tendo sua tentativa desviada pela marcação.

Com a vantagem no placar e o tempo a seu favor, a Áustria diminuiu o ritmo na reta final. A vitória parecia assegurada, mas quase se transformou num empate já nos acréscimos. Na melhor chance do Azerbaijão em toda a partida, Dadachov deu um carrinho na linha de fundo pela direita e encontrou Bayramov sozinho na marca do pênalti. Mesmo tendo dominado, ajeitado a bola e olhado para o goleiro Schlager antes de bater, o camisa 17 conseguiu errar o alvo e acertar a trave.

Mais um passo para se firmar na elite continental

A classificação para Eurocopa de 2024 é mais um passo dado pela Áustria nos últimos anos para se firmar como uma seleção de primeira prateleira na Europa. Mesmo que não participe de uma Copa do Mundo desde 1998, tem acumulado bons resultados no âmbito continental recentemente.

Para começar, a Áustria participará da Eurocopa pela terceira vez consecutiva. Antes da atual sequência, iniciada em 2016, o país só havia disputado o torneio em 2008, quando foi sede junto com a Suíça. Na edição passada, realizada em 2021, foi ao mata-mata pela primeira vez e acabou eliminada na prorrogação das oitavas de final para Itália, que acabaria se sagrando campeã.

Na Nations League, bateu na trave pelo acesso à Liga A em 2018/19, mas conseguiu o acesso na edição seguinte com direito a segunda melhor campanha da Liga B. Já em 2022/23, começou bem vencendo a Croácia por 3 a 0 fora de casa e empatando com a França na terceira rodada, mas três derrotas consecutivas nos últimos três jogos culminaram no rebaixamento.

Nestas Eliminatórias para Euro, a Áustria esqueceu a queda na Nations e provou mais uma vez que está pronta para disputar os principais torneios de seleções, mesmo que ir longe neles ainda não seja realidade. Exemplo claro disso é que desbancou a Suécia com duas vitórias por dois gols de vantagem e empatou com a Bélgica fora de casa. O próximo passo é avançar ao mata-mata do principal torneio de seleções da Uefa no ano que vem.

Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo