Eurocopa

As primeiras notícias sobre a lesão de Spinazzola são uma pena, mas foi bem legal a atitude do elenco da Itália para animar o lateral

Segundo a apuração da Sky Sport Italia, os exames iniciais de Spinazzola apontam para uma ruptura no tendão de Aquiles

Leonardo Spinazzola se candidatava como melhor jogador da Itália na Euro 2020 e também a melhor da competição até o momento. O lateral esquerdo azzurro fazia muito mais do que sua posição sugeriria, influente no jogo ofensivo e também seguro na parte defensiva. Contra a Bélgica, inclusive, o camisa 4 era uma das razões da vitória italiana até se contundir. E é de se lamentar a lesão, especialmente por interromper o grande momento da carreira do jogador de 28 anos. Segundo os exames iniciais, ele deve permanecer afastado dos gramados por alguns meses. Se há um consolo é ver a maneira como o elenco de Roberto Mancini fez questão de elevar os ânimos do companheiro na volta para casa.

Segundo a Sky Sport Italia, os exames iniciais de Spinazzola apontaram para uma lesão no tendão de Aquiles. O lateral teria rompido o tendão e uma avaliação mais detalhada nos próximos dias apresentará a gravidade da contusão. O italiano pode ficar quatro meses em recuperação. Independentemente do tempo, já se espera que a Eurocopa acabe para o destaque da Azzurra.

No momento da contusão, Spinazzola deixou claro que precisava da substituição, mas não indicava a gravidade do problema. Apenas ao deitar no gramado, por insistência de Bryan Cristante, é que o lateral demonstrou o seu desespero ao começar a chorar. E a atitude do companheiro merece ser ressaltada. Cristante transparecia uma enorme preocupação e tentava acalmar o colega. Os dois atuam na Roma e Cristante presenciou outros problemas físicos que atrapalharam a progressão de Spinazzola, inclusive na última temporada. Numa Euro de grandes cenas de companheirismo, o meio-campista também precisa ser ressaltado por sua solidariedade.

Sem Spinazzola, Emerson Palmieri deve virar o titular da Itália na sequência da competição. O lateral do Chelsea tem sua qualidade, mas não é frequente em seu clube e também não possui a capacidade conferida pelo camisa 4. É provável que a Itália perca esse escape pela esquerda, que valeu demais ao seu jogo durante toda a competição. Não à toa, Spinazzola foi eleito o melhor em campo contra a Turquia e a Áustria, com enorme preponderância na criação dos gols azzurri. Era candidato até mesmo à Bola de Ouro do torneio, pelo altíssimo nível e pela regularidade em suas quatro aparições.

E se as lágrimas ficaram como última imagem de Spinazzola em campo na Eurocopa, fora dele seus companheiros trataram de alegrá-lo. As imagens dos bastidores da Itália quase sempre apontam para um clima leve, com um elenco muito unido e que gosta das suas brincadeiras. Então, resolveram cantar no voo para casa, na tentativa de arrancar um sorriso do lateral. Spinazzola merece deixar a competição de maneira mais serena. Por tudo aquilo que jogou, sem dúvidas sai bem maior do torneio continental. E, se depender dos colegas italianos, ainda tem a chance de botar a medalha de ouro no peito.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo