Eurocopa

Após caso de Covid-19 com Busquets, Espanha convoca cinco jogadores que treinarão de sobreaviso caso ocorram cortes

Espanha teme um surto de contágios em seu elenco e se prepara para lidar com diferentes cenários, enquanto jogadores treinam isoladamente

A pandemia provocou o aumento no número de jogadores convocados à Eurocopa, de 23 para 26, mas isso não basta para evitar preocupações. A Espanha atravessa uma situação de extremo cuidado às vésperas do torneio, após Sergio Busquets ter dado positivo para COVID-19. Com isso, o elenco espanhol permanece isolado e o amistoso contra a Lituânia, marcado para esta terça, será excepcionalmente disputado pelo time sub-21. Além do mais, a federação local decidiu montar uma concentração paralela, na qual cinco jogadores ficam de sobreaviso caso aconteça alguma leva de cortes.

Nesta segunda-feira, Luis Enrique convocou mais cinco jogadores que estavam na lista preliminar da Espanha. São eles: Raúl Albiol, Carlos Soler, Brais Méndez, Pablo Fornals e Rodrigo Moreno. O quinteto irá treinar paralelamente ao restante do elenco e poderá disputar a Eurocopa, caso ocorra um surto de COVID-19 na Roja. Os espanhóis ainda decidirão se Busquets será cortado, enquanto aguardam os próximos dias para saber a situação geral do grupo. Alguns dos jogadores sub-21 que enfrentarão a Lituânia também poderão se juntar aos cinco convocados extras no centro de treinamentos.

Segundo o jornal Marca, os cinco atletas convocados por Luis Enrique não tiveram problemas em abrir mão das férias para se colocar à disposição. Eles permanecerão treinando em regime separado, enquanto os demais atletas cumprem seu isolamento pelo contato com Busquets. A Espanha tinha convocado apenas 24 jogadores, dentro dos 26 possíveis, por decisão de Luis Enrique. Os cortes poderão ser efetuados até 13 de junho, na véspera da estreia da Roja na Euro 2020, contra a Suécia.

O grande temor na Espanha é que o caso positivo de Busquets se reflita em um surto no elenco e impeça os jogadores de disputarem a Eurocopa. Todavia, como a carga viral do volante é pequena, os riscos são menores. Nesta segunda-feira, pelo menos, o clima foi de alívio: os exames realizados no restante do grupo não apontaram nenhum outro infectado. Os espanhóis continuarão passando por provas, conforme o protocolo determinado pela Uefa. Os jogadores de Portugal, que enfrentaram a Roja em amistoso na última sexta, também são acompanhados de perto. Não há exames positivos até o momento entre os lusitanos.

Por enquanto, os jogadores da Espanha treinam de forma individual para evitar novos contágio. Luis Enrique ainda não decidiu se cortará Busquets ou se esperará sua volta durante a Euro. O veterano deixou a concentração enquanto se recupera. Pelo tempo estimado, o meio-campista está fora da estreia contra a Suécia e muito provavelmente perderia o duelo contra a Polônia na segunda rodada. Além disso, o afastamento impacta diretamente em seu ritmo nos treinos, além dos riscos de efeitos posteriores gerados pela doença.

Por fim, a situação na Espanha afetou diretamente o amistoso contra a Lituânia. Por conta de acordos comerciais, as federações optaram por não cancelar a partida. Os espanhóis entrarão com seu time sub-21, que durante a última semana disputou o Campeonato Europeu da categoria. A seleção lituana já estava na Espanha, se preparando no CT do Real Madrid, e a manutenção do duelo foi uma maneira de minimizar os prejuízos econômicos. Em compensação, o preço dos ingressos no Estádio Municipal de Butarque foi reduzido.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo