O anúncio de Mesut Özil pelo Fenerbahçe é o mais aguardado pelos torcedores turcos neste momento. No entanto, outro jogador oriundo da Premier League tentará reerguer sua carreira na Süper Lig durante o próximo semestre. Danny Drinkwater pouco fez desde que deixou o Leicester em 2017, numa carreira marcada pelas confusões recentes e pelas raras aparições em campo. Nesta segunda-feira, o meio-campista foi anunciado como reforço pelo Kasimpasa, 15° colocado no Campeonato Turco. O inglês de 30 anos, que ainda pertence ao Chelsea, assinou por empréstimo até o de junho.

Drinkwater foi um jogador fundamental ao Leicester desde a conquista da Championship em 2013/14 e permaneceu entre os destaques do time no surpreendente título da Premier League em 2015/16. O volante ficou no Estádio King Power até 2016/17, disputando a estreia das Raposas na Champions League, mas decidiu capitalizar logo depois e aproveitou a oferta do Chelsea para se mudar a Stamford Bridge. Nunca justificou os €38 milhões desembolsados pelos Blues, acumulando lesões e problemas extracampo desde então.

Em sua primeira temporada no Chelsea, Drinkwater disputou apenas 12 partidas pela Premier League. O meio-campista sofreu duas rupturas musculares que atrapalharam bastante sua sequência, mas também não justificou seu espaço quando ganhou uma chance com Antonio Conte. No segundo ano, Drinkwater mal entrou em campo pelos Blues sob as ordens de Maurizio Sarri, limitado à aparição na . Acumulou também dramas pessoais, entre as mortes de familiares e as dificuldades para visitar o filho após sua separação da esposa. Um sinal de como sua vida desabava aconteceu em abril de 2019, quando foi pego dirigindo embriagado.

Apesar de tudo, alguns clubes ainda pareciam acreditar na volta por cima de Drinkwater. O volante terminou emprestado ao Burnley em 2019/20, mas só disputou dois jogos. Pior, se envolveu em uma briga numa casa noturna e apanhou tanto a ponto de ficar no estaleiro por causa das contusões. Na segunda metade da temporada passada, ainda foi cedido ao Aston Villa. Foram quatro partidas em , além de outra confusão no centro de treinamentos que o levou a novo afastamento, após acertar uma cabeçada num companheiro. Neste momento, as atitudes se sobrepunham ao bom , cada vez mais restrito ao passado.

De volta ao Chelsea na atual temporada, Drinkwater não estava nos planos de . No máximo, atuou em uma partida pela Copa da Liga Inglesa, enquanto manteve a forma com o segundo quadro e jogou na Premier . Em setembro, o meio-campista deu uma entrevista declarando suas intenções de superar as questões extracampo e abriu a possibilidade de jogar fora do país. Já em novembro, chegou a produzir um vídeo com seus melhores momentos, na tentativa de atrair algum clube. Ao que parece, só serviu para convencer um time na metade inferior da tabela da Süper Lig.

O Kasimpasa contou com alguns medalhões ao longo dos últimos anos, em lista que inclui Quaresma e Ryan Babel. O atual elenco é mais modesto, sem estrelas internacionais, no qual o nome mais relevante é o do sueco Isaac Kiese Thelin – outro reforço da atual janela de transferências. Com os novos destaques, é possível que o clube turco se afaste dos riscos na Süper Lig, a seis pontos da zona de rebaixamento. Para Drinkwater, mais do que a salvação no campeonato, o interesse é evitar o fracasso total de uma carreira que degringolou em tão pouco tempo.