Champions LeagueEuropa

Depois do tapetão, o Celtic conseguiu ser eliminado pela segunda vez nesta LC

O Celtic já tinha sido humilhado na fase anterior da Liga dos Campeões. O gigante escocês, primeiro clube britânico a conquistar a Europa, foi eliminado do torneio pelo Legia Varsóvia, goleado na Polônia e também derrotado em casa. No entanto, teve sua tábua de salvação. A escalação de um jogador irregular eliminou o Legia e deu sobrevida aos Bhoys. Que, justiça divina ou não, deram outro vexame na Champions, ao serem eliminados em Glasgow para o Maribor, na última fase preliminar.

LEIA MAIS: Hulk segue em fase inspirada e fez um golaço para colocar o Zenit na Champions

O resultado no jogo de ida não tinha ficado tão ruim para o Celtic. Na visita à Eslovênia, os escoceses conseguiram segurar o empate por 1 a 1, que daria o direito de ficar até com o 0 a 0 em casa. Porém, o gol do brasileiro Marcos Tavares (jogador formado pelas categorias de base do Internacional) definiu o destino do Maribor aos 30 minutos do segundo tempo, aproveitando as bobeiras da defesa. Depois disso, o desespero foi inútil para os Bhoys tentarem ao menos o empate. É a primeira vez que os eslovenos chegam à principal etapa da LC desde 1999/2000.

O Celtic, que chegou a fazer boas campanhas na Champions recentemente, passou por um desmanche que o fez perder os rumos. O técnico Neil Lennon saiu ao final da temporada, assim como alguns jogadores importantes, entre eles Fraser Forster e Georgios Samaras. Deveria aprender um pouco com o planejamento de Apoel Nicósia e Bate Borisov, que mais uma vez estarão presentes na fase de grupos, se baseando em elencos baratos e boas apostas.

Para conquistar a vaga, o Apoel triturou o Aalborg em Nicósia.  Os cipriotas bateram os dinamarqueses por 4 a 0, depois do empate por 1 a 1 na ida. Já o Bate também segurou o empate fora para vencer a volta em Belarus, por 3 a 0. Será a terceira participação do Apoel na fase de grupos da Champions, sendo que foi quadrifinalista em 2011/12. Já o Bate marca presença nesta etapa do torneio pela quarta oportunidade, vencendo até o campeão Bayern de Munique em 2012/13.

O time de mais camisa a se classificar para a Champions nesta terça-feira foi o Porto. Os tugas já tinham vencido o Lille na visita à França e terminaram de fazer o serviço no Estádio do Dragão com o triunfo por 2 a 0. Brahimi abriu o placar com um lindo gol de falta e Jackson Martínez fechou a conta. É mais um ex-campeão continental na fase de grupos. Enquanto isso, o Celtic terá que se contentar mesmo com a Liga Europa, temendo fazer ainda mais feio.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo