Europa

Depois de alguns momentos de destaque no Benfica, Seferovic se junta ao Galatasaray

Seferovic estava fora dos planos do Benfica e chega como um negócio de peso ao Galatasaray, que tenta se recuperar da crise recente

O Campeonato Turco costuma ser um paraíso para os medalhões na descendente da carreira. Mesmo os clubes mais tradicionais não deixam de apostar em veteranos. Nesta quarta-feira, o Galatasaray adicionou mais tarimba ao seu ataque com a contratação de Haris Seferovic. O centroavante não estava nos planos de Roger Schmidt para a reformulação do Benfica, mesmo depois da venda de Darwin Núñez, e chega a Istambul por empréstimo de uma temporada, ao custo de €1 milhão. Tentará alavancar o desempenho dos Leões, que não disputarão as copas europeias em 2022/23.

Estrela da Suíça que conquistou o Campeonato Mundial Sub-20 de 2009, Seferovic trocou o Grasshopper pela Fiorentina com poucas partidas como profissional. Sua carreira, porém, demorou a deslanchar. Rodou por Neuchâtel Xamax, Lecce, Como e Real Sociedad, até viver uma fase um pouco melhor a partir de sua chegada ao Eintracht Frankfurt em 2014/15. Apesar desse caminho errático, o centroavante sustentava seu moral na seleção da Suíça, presente na Copa de 2014 e na Euro 2016.

Seferovic nunca tinha marcado mais de 20 gols por um mesmo clube, até ser contratado pelo Benfica em 2017/18. Era uma oportunidade de mercado, ao final de seu vínculo com o Frankfurt, mas o suíço finalmente justificou a reputação que tinha na seleção. Ainda seria reserva na primeira temporada, o que não o impediu de disputar a Copa de 2018. Depois disso, deslanchou. O atacante teve bons momentos no Campeonato Português, em especial em 2018/19. Foi campeão nacional como artilheiro e melhor jogador do clube. Cairia de nível em 2019/20, mas voltou a balançar as redes com frequência em 2020/21. Isso até que 2021/22 marcasse o fim da linha.

Seferovic mal atuou na última temporada, com muitas lesões. Também ofuscado por Darwin Núñez e Roman Yaremchuk, esquentou o banco quando se recuperou. Foram apenas cinco gols em 15 partidas, muito mais lembrado pelo gol incrível que perdeu diante do Barcelona na Champions. Por mais que tenha disputado a Euro 2020 quando a fase não era boa, sendo herói na classificação contra a França, era melhor buscar um novo destino se quisesse manter seu lugar intacto na Copa de 2022.

Aos 30 anos, Seferovic está distante de ser uma grande solução para o Galatasaray. O Benfica melhorou a impressão ao seu redor, mas é um centroavante de desperdícios e oscilações. Entretanto, diante da falta de perspectivas dos turcos, não deixa de ser um negócio de peso. Seu lugar no ataque não está totalmente garantido, com o retorno recente de Bafétimbi Gomis. Entretanto, é bom contar com uma alternativa para o francês de 36 anos, especialmente quando o clube deve vender o egípcio Mostafa Mohamed. Quem precisa correr atrás de uma solução agora é o Benfica, com opções escassas ao setor.

O Galatasaray trouxe cinco reforços na atual temporada, com destaque também à incorporação do meio-campista Sergio Oliveira. Além disso, o clube aposta na base e promoveu uma barca de garotos para o elenco principal. A missão de reconstrução fica com Okan Buruk, que substitui Domènec Torrent no comando. Antigo jogador dos Leões em períodos áureos na virada do século, ele terá sua primeira experiência como técnico num dos times do trio de ferro. Anteriormente, foi campeão nacional com o Istambul Basaksehir e também levou a copa nacional com o Akhisarspor.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo