Conference League

Lorenzo Pellegrini comandou um desfile da Roma para golear o CSKA Sofia

Roma saiu perdendo, mas conseguiu uma virada com uma grande atuação de Pellegrini, que fez dois gols

A Roma tomou um susto, mas conseguiu reverter na sua estreia na fase de grupos da Conference League. Em casa, os giallorossi venceram o CSKA Sofia por 5 a 1, de virada, e começaram muito bem a sua caminhada na nova competição de clubes da Uefa. O grande nome do time foi o capitão Lorenzo Pellegrini, que fez dois gols e teve ótima atuação.

LEIA MAIS: Guia da Conference 2021/22: 15 histórias interessantes para acompanhar no novo torneio da Uefa

O técnico José Mourinho escalou um time forte para começar o jogo. O centroavante Eldor Shomurodov teve uma chance no time titular e o ponta Stephan El Shaarawy também começou a partida. Ele foi o autor do gol da vitória no fim de semana contra o Sassuolo. Um gol que gerou uma cena clássica com Mourinho correndo para comemorar.

Com 10 minutos de jogo, Graham Carey, irlandês, marcou o primeiro gol da partida para o CSKA Sofia. Aos 25, o empate da Roma veio com Lorenzo Pellegrini em um belo chute colocado, no ângulo. Outro chute colocado levou à virada, com Stephan El Shaarawy, aos 38. Foi o placar do primeiro tempo: 2 a 1 para os mandantes.

No segundo tempo, o lateral esquerdo Riccardo Calafiori avançou até a linha de fundo e cruzou para trás, rasteiro, para Pellegrini tocar de primeira e ampliar o placar para 3 a 1. Os dois times fizeram mudanças e, na reta final, a Roma consolidou a vitória, transformando em goleada. Aos 37, Gianluca Mancini marcou o quarto gol e Tammy Abraham marcou o quinto gol dois minutos depois, aos 39, em passe de Shomurodov.

A Roma volta a campo no dia 30 de setembro contra o Zorya Luhansk, fora de casa. O CSKA Sofia joga contra o Bodo/Glimt, que venceu o Zorya por 3 a 1 nesta primeira rodada.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo