Europa

Com três gols em 12 minutos, Robbie Keane superou de uma vez Ronaldo e Van Basten

Como bem definiu Gary Lineker, a seleção de Gibraltar ainda se parece com “o time formado em um pub”. Para a equipe nacional de um território que sequer é reconhecido por todos os países, o fato de ser admitido pela Uefa já é uma grande vitória. E, com um elencoformado há meses, era meio óbvio que os gibraltarinos seriam presas fáceis à Irlanda em Dublin. De fato, como os 7 a 0 dos anfitriões ajudam a enfatizar. E quem aproveitou a ocasião para bater recordes foi o veteraníssimo Robbie Keane, autor de três gols e duas assistências.

Com 18 minutos de jogo, Keane já tinha feito história. O atacante se tornou o primeiro jogador a fazer três gols em tão pouco tempo pela Eurocopa, contando fases classificatórias e finais. O recorde anterior era de ninguém menos do que Marco Van Basten, fazendo três em 23 minutos contra Malta em 1993. Além disso, o veterano balançou as redes em um intervalo de 12 minutos, o segundo hat-trick mais rápido da história do torneio – ficou atrás apenas dos três tentos em nove minutos de Ebi Smolarek, da Polônia, contra o Cazaquistão em 2007. E a marca permitiu que Keane se tornasse o maior artilheiro da história das Eliminatórias da Euro, com 21 gols, superando o dinamarquês Jon-Dahl Tomasson e o turco Hakan Sükür.

Robbie Keane também caminha  a passos firmes para se tornar um dos dez maiores goleadores da história do futebol de seleções. Contando apenas jogos oficiais e amistosos reconhecidos pela Fifa, o irlandês chegou ao seu 65º tento com a camisa da seleção. Superou os 62 de Ronaldo e igualou Didier Drogba na 14º posição da lista. Com mais cinco ele entra no Top 10 e, se fizer 71, fica na terceira posição entre os europeus, ao lado de Miroslav Klose.

Aos 34 anos, Keane tem chance de ampliar seus números por mais um tempo. O atacante soma 19 gols em 28 jogos na temporada pelo Los Angeles Galaxy e é o favorito a ganhar o prêmio de melhor jogador da MLS. Tudo bem que o nível do futebol nos Estados Unidos não é dos maiores, assim como de Gibraltar. De qualquer maneira, são nestes jogos é que o artilheiro mostra que seu faro de gols está intacto. Independente do rival, três gols em 12 minutos não é para qualquer um.

Abaixo, a lista dos 15 maiores artilheiros da história do futebol internacional, segundo os números da RSSSF:

1º – Ali Daei (Irã) – 109 gols
2º – Ferenc Puskás (Hungria) – 84 gols
2º – Kunishige Kumamoto (Japão) – 80 gols
4º – Godfrey Chitalu (Zâmbia) – 79 gols
5º – Pelé (Brasil) – 77 gols
6º – Sándor Kocsis (Hungria) – 75 gols
6º – Bashar Abdullah (Kuait) – 75 gols
8º – Majed Abdullah (Arábia Saudita) – 71 gols
8º – Miroslav Klose (Alemanha) – 71 gols
10º – Stern John (Trinidad e Tobago) – 70 gols
10º – Kiatisuk Senamuang (Tailândia) – 70 gols
12º – Gerd Müller (Alemanha) – 68 gols
12º – Hossam Hassan (Egito) – 68 gols
14º – Didier Drogba (Costa do Marfim) – 65 gols
14º – Robbie Keane (Irlanda) – 65 gols

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.