Europa

Com domínio de Barça, PSG e Chelsea, estas são as 20 jogadoras indicadas à Bola de Ouro

Os três clubes representam 15 das 20 finalistas ao terceiro prêmio da revista France Football entregue às mulheres

Paris Saint-Germain, Chelsea e Barcelona dominaram as indicações à Bola de Ouro feminina, com 15 das 20 jogadores finalistas que foram anunciadas nesta sexta-feira pela revista France Football. Será a terceira vez que a publicação francesa premia mulheres. A norueguesa Ada Hegerberg e a norte-americana Megan Rapinoe foram as primeiras vencedoras. Não houve entrega de troféus ano passado devido à pandemia.

Foi ano de Olimpíada no futebol feminino, mas a Champions League parece ter tido um peso maior. O campeão Barcelona e o finalista Chelsea concorrem com nove atletas. O Canadá colocou três campeãs olímpicas – Ashley Lawrence, Jessie Fleming e Christine Sinclair -, duas que atuam em um desses três times dominantes. A Suécia, medalhista de prata, aparece com duas jogadoras, uma delas do Chelsea.

Sem tanta presença no futebol europeu e tendo feito uma Olimpíada decepcionante, os EUA têm apenas uma representante, a meia Samantha Mewis, do North Carolina Courage.

As finalistas também apresentam um desequilíbrio de forças no futebol francês. O Lyon, clube mais bem sucedido do futebol feminino, não tem nenhuma jogadora entre as 20 finalistas, com exceção da goleira Christiane Endler, que acabou de ser contratada do PSG. O clube da capital, por outro lado, é o que tem mais indicadas, com seis, embora tenha perdido duas no mercado de transferências – além de Endler, Irene Paredes, para o Barcelona.

A forte presença do Barcelona também é indicativo do aumento de investimentos do clube catalão no futebol feminino. Foi campeão europeu com sobras na última temporada e concorre à Bola de Ouro com Alexia Putellas, Sandra Paños, Lieke Martens e Jennifer Hermoso.

Marie-Antoinette Katoto (França/PSG)
Stine Blackstenius (Suécia/BK Häcken)
Magdanela Eriksson (Suécia/Chelsea)
Sam Kerr (Austrália/Chelsea)
Alexia Putellas (Espanha/Barcelona)
Wendie Renard (França/PSG)
Samantha Mewis (EUA/North Carolina Courage)
Pernille Harder (Dinamarca/Chelsea)
Vivianne Miedema (Holanda/Arsenal)
Sandra Paños (Espanha/Barcelona)
Lieke Martens (Holanda/Barcelona)
Jessie Fleming (Canadá/Chelsea)
Irene Paredes (Espanha/PSG e Barcelona)
Ashley Lawrence (Canadá/PSG)
Christine Sinclair (Canadá/Portland Thorns)
Ellen White (Inglaterra/Manchester City)
Christiane Endler (Chile/PSG e Lyon)
Jennifer Hermoso (Espanha/Barcelona)
Fran Kirby (Inglaterra/Chelsea)
Kadidiatou Diani (França/PSG)

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo