Champions League

‘Não tem nada definido e sabemos disso’: Wendell está feliz com vitória do Porto, mas tem os pés no chão

Wendell foi um dos personagens da vitória gigantesca do Porto sobre o Arsenal no jogo de ida das oitavas de final da Champions League

Na última quarta-feira (21), o Porto conseguiu uma vitória gigantesca em cima do Arsenal por 1 x 0, no Estádio do Dragão, pelo jogo de ida das oitavas de final da Champions League. Após se classificar em 2º lugar no mesmo grupo do Barcelona (e com a mesma pontuação), os Dragões interromperam a boa fase dos Gunners, que eram os favoritos para o primeiro duelo na decisão por uma vaga nas quartas do torneio.

O gol do triunfo foi marcado por Galeno, que acertou um chutaço colocado de fora da área para balançar as redes. E outro brasileiro também foi um dos destaques na Liga dos Campeões. Trata-se de Wendell, que teve um papel fundamental na defesa do Porto. O lateral-esquerdo foi responsável por anular Bukayo Saka, um dos craques do Arsenal nas últimas temporadas.

Em entrevista à Triple Comunicação, sua assessoria de imprensa, Wendell comemorou a vantagem dos Dragões na busca pela classificação na Champions. O lateral de 30 anos valorizou o resultado diante dos Gunners, que vinham em uma crescente nas últimas cinco rodadas da Premier League, tanto que venceram todos os jogos anteriores. E quem baixou a bola do Arsenal foi o Porto:

“Estou muito feliz porque todo o time fez um excelente jogo e lutou até o fim pela vitória. O nosso esforço foi recompensado e conseguimos o gol no finalzinho, que nos dá uma pequena vantagem. O Arsenal é um time bastante ofensivo e vinha de grandes goleadas na Premier League. Nossa equipe se manteve firme e a gente conseguiu sair de campo sem tomar gol. Isso demonstra que fizemos um trabalho muito bom”.

O clima no Porto é de pés no chão

Como citado por Wendell, os Gunners estão em alta na temporada. Nas últimas cinco vitórias no Campeonato Inglês, a equipe de Mikel Arteta marcou 21 gols e sofreu apenas dois. Não à toa, o Arsenal está na 3ª posição da Premier League com 55 pontos, cinco a menos que o líder Liverpool, mas com um jogo a menos. Por isso, o lateral-esquerdo dos Dragões coloca os pés no chão na Liga dos Campeões.

A partida de volta das oitavas da Champions League está marcada para o dia 12 de março, às 17h (horário de Brasília), no Emirates Stadium. Para o Porto, basta um empate para garantir vaga nas quartas de final. Mesmo assim, Wendell sabe que nada está resolvido e os Dragões vão precisar deixar tudo dentro de campo para sobreviver à avalanche dos Gunners na Inglaterra:

“Apesar de termos vencido, sabemos que não tem nada definido. Muito pelo contrário. O Arsenal é uma das grandes potências da Europa e jogando em casa se torna ainda mais forte. Eles vêm fazendo uma temporada muito boa e a gente precisa ir para a Inglaterra com foco total do primeiro ao último minuto para deixarmos tudo em campo e, quem sabe, garantirmos a vaga para as quartas, que seria maravilhoso”.

Wendell em alta

Antes de ser contratado pelo Porto, Wendell fez boa parte de sua carreira na Alemanha. Em 2014, o lateral foi contratado pelo Bayer Leverkusen, onde ficou até 2021 e se tornou o estrangeiro com mais jogos na história do time. Ao todo, o brasileiro jogou 250 partidas, marcou oito gols e distribuiu 15 assistências. Ele também é o 18º jogador da história que mais vezes defendeu as cores dos Werkself.

Em sua terceira temporada nos Dragões, Wendell já atuou em 91 jogos, balançou as redes seis vezes e deu oito passes para gol. Além disso, o lateral-esquerdo já levantou cinco títulos pelo Porto: Primeira Liga (2021/22), Taça de Portugal (2021/22 e 2022/23), Taça da Liga (2022/23) e Supertaça de Portugal (2022). Em 2023/24, o brasileiro foi utilizado 21 vezes por Sérgio Conceição, marcando três gols e distribuindo duas assistências.

Agora, Wendell espera ajudar os Dragões a chegarem longe na Liga dos Campeões. Para isso, o Porto terá que passar pelo Arsenal. Até lá, a equipe do treinador português volta suas atenções para a Primeira Liga, onde ocupam a 3ª colocação da tabela com 48 pontos em 22 rodadas. A distância para os líderes Sporting e Benfica, respectivamente, é de sete pontos.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo