Champions League

Vinicius Jr. cobra Uefa por cânticos racistas da torcida do Atlético de Madrid e La Liga responde

Vinicius Jr. foi vítima de racismo de novo, desta vez, por parte torcida do Atlético de Madrid - e La Liga se manifestou sobre o caso

Na última quarta-feira (13), Vinicius Jr. foi vítima de racismo. De novo. Desta vez, torcedores do Atlético de Madrid entoaram cânticos preconceituosos contra o craque do Real Madrid antes da partida contra a Internazionale, no Metropolitano, pelas oitavas de final da Champions League. Do lado de fora do estádio, parte da torcida dos Colchoneros chamou o brasileiro de “chimpanzé”.

Segundo o jornal espanhol As, um grupo de torcedores do Atlético de Madrid puxou um canto contra Vini Jr enquanto aguardava a chegada do ônibus da delegação, fazendo um corredor com sinalizadores e fumaça. No momento que a torcida dos Rojiblancos ia puxar um grito de apoio à equipe – “Alé, alé, alé, Atleti te amo, contigo até o final” -, eles mudaram a letra para “Alé, alé, alé, Vinicius chimpanzé”.

Através de suas redes sociais, o atacante dos Merengues cobrou a Uefa por uma resposta à altura, já que essa não é a primeira vez que ele é atacado com racismo na Espanha. Os rivais, como Atlético de Madrid e Valencia usavam como argumento que Vinicius Jr. “provocava” seus torcedores. Entretanto, o astro brasileiro sequer estava envolvido na decisão por uma vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões e, mesmo assim, foi discriminado:

“Espero que vocês (Uefa) já tenham pensado na punição deles. É uma triste realidade que passa até nos jogos que eu não estou presente!”.

La Liga, por sua vez, também respondeu com seu posicionamento após mais um caso de racismo contra Vinicius Junior. A entidade que comanda o Campeonato Espanhol anunciou que vai denunciar ao Ministério Público do país os cantos preconceituosos dos torcedores dos Colchoneros contra o atacante do Real Madrid.

Nota Oficial de La Liga sobre racismo contra Vinicius Jr

– A LALIGA denunciará perante a Procuradoria de Combate ao Ódio os lamentáveis cânticos
racistas contra Vinicius Jr antes do jogo de ontem (13) da UEFA Champions League entre o
Atlético de Madrid e a Inter de Milão, mesmo que o jogo seja em outra competição e mesmo
que os cânticos tenham ocorrido fora do estádio. A LALIGA está muito empenhada em fazer
do futebol um espaço livre de ódio e continuará combatendo implacavelmente qualquer
atitude de racismo, homofobia, violência, ódio… seja qual for a competição.

Torcida do Atlético de Madrid é reincidente no preconceito racial

A torcida do Atlético de Madrid é reincidente no preconceito racial contra Vinicius Jr. Em setembro de 2022, o craque dos Merengues foi chamado de “macaco” pelas arquibancadas do Metropolitano durante o clássico. Nesta temporada, os torcedores Colchoneros também foram autores de ataques racistas contra o brasileiro, novamente chamando-o de “macaco”, mas na chegada do ônibus do Real Madrid ao estádio.

Vale lembrar o caso mais emblemático envolvendo o Atlético de Madrid e Vini Jr., que aconteceu em janeiro do ano passado. À época, torcedores dos Rojiblancos penduraram um boneco em um viaduto, fazendo referência a um enforcamento do atacante dos Merengues. Os sócios foram identificados e expulsos pelo Atleti, que também os baniu do Metropolitano por dois anos e aplicou uma multa de € 60 mil (cerca de R$ 325,6 mil).

Torcedores do Valencia também esbanjou racismo contra Vinicius Jr

Torcedores do Valencia também esbanjaram racismo contra Vinicius Jr. No dia 21 de maio de 2023, parte do Mestalla chamou o atacante do Real Madrid de “macaco”. O brasileiro, por sua vez, não aceitou os insultos discriminatórios e cobrou ações mais firmes. La Liga interveio após torcer o nariz inicialmente. O caso foi parar na Justiça Espanhola, cujo processo segue aberto. Agora, resta saber qual será a postura da Uefa.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo