Champions League

Van de Beek: “Fomos de longe o melhor time, talvez devêssemos ter vencido por 4 a 1”

O futebol que o Ajax jogou contra a Juventus em Turim nesta terça-feira foi impressionante, conquistado uma vaga na semifinal da Champions League. A vitória veio, fora de casa, por 2 a 1. Poderia ser muito mais. E não é exagero. Um dos protagonistas do jogo, Donny van de Beek, foi sincero ao dizer isso. O placar poderia ter sido uma goleada e não seria um exagero. E o meio-campista marcou um gol que foi crucial na vitória e consequente classificação.

[foo_related_posts]

“Esta é uma conquista fantástica. Todo mundo está enlouquecendo. Chegar às semifinais com o Ajax. As pessoas teriam rido de nós se nós tivéssemos dito isso, mas nós agora vencemos os melhores time da Europa. Eu nunca esquecerei isso”, declarou o jogador, um dos destaques do time na temporada. “Isso é fantástico para toda a Holanda. Eu nunca esquecerei disso, nenhum de nós vai. Todo mundo está comemorando um com o outro”, disse. “Nós somos realmente um time. Se você quer conquistar algo, você precisa fazer isso juntos. Nós todos lutamos por isso”.

Van de Beek lembrou do seu amigo, Abdelhak Nouri, que teve uma arritmia cardíaca em julho de 2017, com 20 anos, que o deixou com graves danos cerebrais. Depois de ficar em coma por mais de um ano, ele acordou e passou a reconhecer as pessoas e se comunicar com membros da sua família mexendo a boca e sobrancelhas. Ele foi muito homenageado pelo Ajax e a sua camisa, 34, foi muito homenageada. Donny van de Beek era um dos amigos de Nouri e pensou nele quando marcou o seu gol contra a Juventus, que empatou o jogo em Turim. “Eu olhei para o placar depois que marquei o gol e eu vi que era o 34º minuto e simplesmente sabia que não era uma coincidência. É algo muito especial”, disse.

Van de Beek foi ainda bem sincero falando sobre a atuação do Ajax. “Eu estava perto logo antes de marcar o meu gol. No segundo tempo, nós fomos de longe o melhor time e nos envolvemos em alguns momentos. Talvez devêssemos ter vencido por 4 a 1. É especial que possamos dizer isso contra um time que quase não te dá chances”, analisou o meio-campista.

“Somos uma equipe muito unida. Você pode ver isso fora de campo. Os rapazes que não jogaram foram tão eufóricos como o resto de nós depois do apito final. Esse espírito de equipe é a nossa força”, disse ainda Van der Beek.

A conquista foi mesmo marcante, porque é a primeira vez desde a temporada 1996/97 que o Ajax chega à semifinal da Champions League. Curiosamente, naquela edição acabou eliminado pela Juventus, que faria a final com o Borussia Dortmund. Desta vez, porém, os holandeses tiraram os italianos na fase anterior.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo