O Bayern de Munique jogou as últimas rodadas da Champions League com sua vida resolvida. Garantido na primeira colocação do Grupo A, o time de Hansi Flick pôde tirar o pé do acelerador e se poupar. Tanto é que, de novo nesta quarta-feira, o treinador não utilizou alguns de seus principais jogadores – após o desgastante empate com o RB Leipzig na rodada do final de semana pela Bundesliga. Mesmo assim, os bávaros fizeram sua parte diante do Lokomotiv Moscou. Garantiram uma vitória relativamente tranquila por 2 a 0, mesmo que os gols só tenham saído no segundo tempo da Allianz Arena.

O primeiro tempo não guardaria a melhor das atuações ao Bayern de Munique. Os bávaros tinham volume de jogo e contavam principalmente com Leroy Sané, mas abusavam dos cruzamentos sem direção e dos chutes tortos. O Lokomotiv também não concedia espaços, ainda interessado na terceira colocação da chave – que poderia respescá-lo à Liga Europa. Porém, os russos não faziam muito no ataque e Manuel Neuer manteve a segurança quando necessário. A melhor chance dos alemães só veio aos 39, quando Thomas Müller recebeu o passe de Alphonso Davies e, com espaço na área, mandou para fora.

O Bayern cumpriu sua missão na volta ao segundo tempo. Serge Gnabry entrou no lugar de Thomas Müller e deu mais velocidade ao time, que passou a exercer uma pressão de verdade. O goleiro Guilherme começou a aparecer, adiando o primeiro gol com boa defesa diante de Niklas Süle e depois outra intervenção contra o próprio Gnabry. O tento surgiria aos 18 minutos, a partir de um escanteio equivocadamente dado aos alemães. Douglas Costa levantou a bola na área e Süle saltou para definir de cabeça.

O gol exigia ainda mais uma postura agressiva do Lokomotiv, mas os russos mal passavam do meio-campo. Nos raros arremates, Neuer fazia defesas firmes. O Bayern mantinha um ritmo mais alto e matou o jogo com o segundo gol aos 35. Sané fez boa jogada na entrada da área, ao deslocar dois marcadores. Passou a Gnabry, que enfiou a bola entre os defensores e deixou Eric-Maxim Choupo-Moting pronto para o gol. O centroavante soltou a bordoada, estufando as redes. Bastaria para os bávaros deixarem o tempo correr.

O Bayern encerrou a fase de grupos da Champions League com 16 pontos, mais uma vez dono da melhor campanha – à frente do Manchester City no saldo de gols. O único empate aconteceu com os bávaros já classificados, quando os reservas ainda seguraram o Atlético do Madrid. O favoritismo ao título permanece, mesmo que a temporada de calendário apertado exija mais do elenco e provoque desfalques. O Lokomotiv, por sua vez, foi eliminado na lanterna do Grupo A, com três pontos computados.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore