Champions League

Lewandowski parece que aprendeu a bater faltas e decidiu mais um jogo assim

Robert Lewandowski já é um dos melhores centroavantes do mundo, mas parece que resolveu adicionar mais uma qualidade ao seu repertório: cobranças de faltas. No encerramento do grupo D, o Bayern de Munique conseguiu devolver a derrota que sofreu na Espanha para o Atlético de Madrid, 1 a 0, graças ao gol de falta do atacante polonês.

LEIA TAMBÉM: Ludogorets apronta para cima do PSG e dá a liderança de bandeja ao Arsenal, após cinco anos

O jogo, cá entre nós, nem tinha tanto atrativo assim. Os dois times entraram em campo classificados e sequer havia uma disputa de posições, porque o Atlético já tinha garantido o primeiro lugar do grupo. Restava, então, apenas jogar pela honra – se é que dá para dizer isso em um jogo como esse, que não mudaria nada.

Se valia alguma coisa era a chance do Bayern de Munique, comandado por Carlo Ancelotti, mostrar a sua força diante de um adversário que briga pelo título. Basta lembrar que foi justamente o clube de Diego Simeone que eliminou os bávaros na temporada passada, na semifinal da Champions League.

Nesse sentido, o jogo do Bayern foi bastante convincente. Thiago Alcântara, por exemplo, teve uma boa atuação, assim como o próprio Lewandowski. “Eu acho que nós jogamos bem. Nós tivemos um bom controle do jogo e prevenimos os contra-ataques deles. No final, o resultado não foi importante, mas o desempenho nos dá confiança para os jogos que virão”, afirmou o técnico Carlo Ancelotti.

Ao final do jogo, o zagueiro Mats Hummels comentou o gol de falta do centroavante e diz que não acontece por acaso. “Lewandowski tem praticado esse tipo de cobrança de falta durante toda a temporada e já marcou alguns gols bonitos no treino. Então, esta é a razão por trás disso”, explicou Hummels.

“É um bom momento para revelar que a minha esposa está grávida. Eu treinei cobranças de falta antes, mas eu as tenho treinado desde o começo desta temporada”, disse Lewandowski.

Se os adversários já tinham muitos motivos para se preocupar ao enfrentar Lewandowski,  os gols de falta no fim de semana pela Bundesliga e nesta terça-feira pela Champions League mostram que há mais uma. Fazer faltas no polonês não é um bom negócio, definitivamente.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo