Champions League

João Félix, do Atlético de Madrid: “O que sei é que sem vontade, o talento não basta”

João Félix se tornou manchete mundial em 2019, quando foi alvo de uma das maiores transferências da história do futebol. O Atlético de Madrid desembolsou €127,2 milhões para contratar o atacante do Benfica, valor que fica atrás apenas de Neymar (€222 milhões) e Kylian Mbappé (€180 milhões no total). Então com 19 anos, o jogador teve bons e maus momentos pelo clube espanhol e respondeu aos jornalistas na entrevista coletiva de prévia do jogo contra o Chelsea, pelas oitavas de final da Champions League.

“Se me falta intensidade ou não, não sei. O que sei é que sem vontade, o talento não basta. Temos muitos exemplos de jogadores muito talentosos a quem lhes faltou algo para chegar ao top. Eu não quero ser um desses, por isso tento colocar o talento e a vontade em campo ao mesmo tempo”, afirmou João Félix.

Já houve especulações que o atacante e o técnico Diego Simeone tinham se desentendido em outros momentos, mas ele foi só elogios ao técnico. “Ele tenta sempre me ajudar, como é normal. Estamos aqui para nos ajudarmos um ao outro”. O jogador comentou também sobre o seu período no Atlético de Madrid, onde já viveu altos e baixos desde a sua chegada, em 2019. “Estou bem aqui no clube. Como todos os jogadores, há fases piores, mas que passam. Não sei se estou a passar por isso ou não, mas acredito que vou passar”.

Um dos pontos mais questionados sobre o papel que João Félix precisa exercer em campo é por vezes a necessidade de defender. Embora seja atacante, o jogador é colocado para fazer uma função defensiva importante e, sem isso, não se joga no Atlético. “Desde que estava no Benfica que tive de defender, na seleção também tenho que defender, aqui também tenho de o fazer”, disse o jogador.

O português afirmou inclusive que o ponto forte do Atlético é o coletivo. “Nós somos conhecidos por termos um grupo muito bom. Não por sermos muito bons individualmente, mas sim como um grupo incrível, e é assim que devemos jogar amanhã [quarta-feira]”, afirmou João Félix.

A missão do Atlético de Madrid é espinhosa: precisa vencer o Chelsea, porque perdeu o jogo de ida por 1 a 0. O jogo está marcado para Stamford Bridge, em Londres, casa dos Blues, embora o jogo de ida tenha sido em Bucareste, na Romênia, por restrições sanitárias que impediam o Chelsea de estar na Espanha.

NA TV

Champions League: Chelsea x Atlético de Madrid
Quarta-feira, 17 de março, 17h (horário de Brasília)
Facebook TNT Sports e Estádio TNT Sports (Clique aqui, assine e ganhe 7 dias grátis)
Veja mais na Programação de TV

[embedcode get="script" playlist_id="match"]
Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo