Champions LeagueEuropa

Com apoio da torcida, Estrela Vermelha resgata empate contra o Young Boys no fim

Young Boys sai atrás do placar, consegue virada no segundo tempo, mas no fim, Buraki marca para o Estrela Vermelha e decreta o empate

Nesta quarta-feira (4), Estrela Vermelha x Young Boys mediram forças no Estádio Rajko Mitic, Belgrado, em jogo válido pela segunda rodada do Grupo G da Champions League. Com direito a muita emoção e reviravoltas de tirar o fôlego ao longo dos 90 minutos, as equipes empataram em 2 a 2. Ndiaye e Buraki marcaram os gols do time da casa, enquanto Ugrinic e Itten fizeram os tentos para os visitantes.

Habilidade de Bukari e oportunismo de Ndiaye colocam Estrela Vermelha na frente

Em situações semelhantes no Grupo G, Estrela Vermelha e Young Boys protagonizaram jogo para lá de equilibrado e intenso do início ao fim. A primeira chance da partida foi dos visitantes. Logo aos três minutos, Males recebeu livre na entrada da área e chutou por cima da meta do goleiro Glazer. No lance seguinte, resposta dos sérvios. Em chute cruzado, Ndiaye desviou de letra e obrigou Racioppi a fazer boa defesa no reflexo.

Mesmo jogando longe de seus domínios, o Young Boys pressionava a saída de bola do Estrela Vermelha e tentava controlar a posse no meio-campo. Em mais uma finalização de fora da área, dessa vez do lateral-esquerdo Ulisses Garcia, Glazer teve de sujar o uniforme e espalmar para escanteio. Por muito pouco os suíços não abriram o placar.

A graça do futebol é justamente sua imprevisibilidade. Quando tudo levava a crer que o Young Boys abriria o placar logo menos, o Estrela Vermelha mostrou suas garras e deu um banho de água fria nos visitantes. Com 35′ no relógio, em cobrança de falta rápida, Bukari avançou pelo campo de ataque e arrastou toda a defesa suíça. Liso, o ponta-direita invadiu a área, gingou para cima da marcação e cruzou na medida. Na hora certa e no lugar certo, Ndiaye só teve o trabalho de estufar as redes.

Nos acréscimos, Bukari aprontou novamente. O ganês recebeu passe preciso de Ivanic entre os zagueiros do Young Boys, driblou Racioppi e ampliou. No entanto, o árbitro de vídeo flagrou posição irregular do camisa 30 no lance e o gol foi anulado.

Young Boys vira o jogo em 15 minutos, mas cede empate no fim

O Young Boys voltou com tudo do intervalo e precisou de apenas três minutos para empatar o confronto. Joël Monteiro ‘desmontou' a defesa do Estrela Vermelha com passe primoroso para Filip Ugrinic. O camisa 7 ganhou na corrida, tocou na saída de Glazer e deixou tudo igual.

Os sérvios sentiram o golpe, e Glazer salvou a equipe mandante na sequência do gol de empate. Itten chutou e parou em excelente intervenção do paredão israelita. Aos 15 minutos, o Young Boys teve pênalti assinalado a seu favor. O zagueiro Djiga colocou a mão na bola e o árbitro apontou para marca da cal. Itten cobrou e não desperdiçou: 2 a 1 e virada espetacular dos suíços.

Na busca do gol de empate, o Estrela Vermelha chegou perto em cobrança de escanteio aos 25′. Ndiaye subiu mais alto que os defensores, cabeceou firme, mas parou em Racioppi. Após insistir muito, os sérvios conseguiram. No apagar das luzes, Buraki acertou um petardo cruzado e deixou Racioppi vendido na jogada: 2 a 2.

Quando Estrela Vermelha e Young Boys voltam a campo?

Terceiro colocado do Campeonato Sérvio, com 18 pontos conquistados, o Estrela Vermelha volta as atenções para a competição nacional. Neste domingo (8), a partir das 10h (horário de Brasília), a equipe de Belgrado enfrenta o Radnički 1923 fora de casa, no Estádio Čika Dača, em jogo válido pela nona rodada do torneio.

Já o Young Boys direciona seu foco para o Campeonato Suíço. Também no domingo (8), às 11h30 (horário de Brasília), o time do técnico Raphael Wicky encara o Basel em casa, no Stade de Suisse, pela nona rodada da competição local. O YB soma 17 pontos e ocupa a segunda colocação do certame.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo