Champions League

A atuação monstruosa de Joe Hart impediu que o Barcelona massacrasse o Manchester City

Era um daqueles dias. O Barcelona entrou em campo mostrando que dificilmente deixaria escapar a vaga.  Lionel Messi distribuiu canetas em campo, Neymar estava endiabrado e o time da casa mandou no Camp Nou. Joe Hart viu que a missão seria dura. Aos 31 minutos, quando Messi fez um passe fantástico para Rakitic encobrir o goleiro inglês, parecia que seria só o primeiro de outros gols que viriam. Não vieram. Tudo porque Joe Hart resolveu aparecer. E mais do que só fazer defesas, ele mostrou bom posicionamento para se antecipar em vários lances  que mataram chances claras de gol dos Blaugranas. O Manchester City ter perdido só por 1 a 0 em Barcelona foi fruto de um milagre. Um milagre chamado Joe Hart.

LEIA MAIS: Quando o Barcelona joga como no primeiro tempo, não há Manchester City que resista

Foram sete defesas de Hart no jogo, sendo que ele ainda fez várias antecipações. Como é pouco usual, o Barcelona teve muitos contra-ataques, mesmo jogando em casa, porque o Manchester City teve uma postura corajosa. Tentou atacar, pressionar o Barça no ataque. Dividiu a bola com o Barcelona nos primeiros 20 minutos, com 50% para cada um. Por isso o Barcelona teve contra-ataques, tão raros em outras situações. E foi aí que Hart apareceu.

Especialmente no segundo tempo, Joe Hart cresceu na partida e pareceu estar sempre um passo à frente dos atacantes do Barça. E olha que estamos falando de Messi, Suárez e Neymar. O goleiro inglês esteve sempre muito ligado, fazendo defesas com um grau de dificuldade altíssimo. Uma delas, em um chute de Messi à queima roupa, de pé direito, depois de um contra-ataque muito bem armado por ele e Neymar.

Com o que o Barcelona jogou, com o que Messi jogou, parecia mesmo impossível que o Manchester City vencesse o Barcelona. Mas o placar de 1 a 0 só ficou assim porque Hart estava em um dia de atuação monstruosa. Se o Barcelona fizesse seis gols na partida não seria nenhum exagero. Foram 23 chutes a gol do Barcelona, sendo que 11 delas foram no gol. Um massacre. Seis ou até sete gols não seria nenhum exagero. Mas Hart estava inspirado. Só não teve o que fazer no gol, um lance que Rakitic foi muito inteligente ao tocar por cima.

Há atuações que entram na história por serem vitórias épicas. Mas também há atuações que serão sempre lembradas por ter evitado um desastre maior. Esta de Joe Hart é uma. No primeiro jogo ele já tinha defendido um pênalti de Messi, que poucos irão lembrar, mas manteve o Manchester City vivo. Até porque se perdendo por 2 a 1 em casa a situação já ficou difícil, perdendo por 3 a 1 ficaria quase impossível. O goleiro inglês deixou o gramado do Camp Nou eliminado, mas de cabeça erguida. Não foi nem o melhor em campo – foi Messi –, mas foi gigantesco.

Assista o que fez Hart:

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM:

– A Juventus ergueu a verdadeira muralha em Dortmund e cresceu na Champions

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo