Europa

Alex Teixeira deixou sua marca no Besiktas logo cedo, com um belo gol para abrir sua contagem pelo clube

Em sua primeira partida como titular, Alex Teixeira logo fez o gol que determinou a vitória

Alex Teixeira passou cinco anos na China, onde conseguiu ser campeão com o Jiangsu Suning. Após ficar sem contrato com o clube falido, o brasileiro resolveu voltar para a Europa e virou um negócio de peso do Besiktas, pensando na Champions League. Antes disso, porém, Teixeira já deixou seu cartão de visitas no Campeonato Turco. O meia disputou seu primeiro jogo como titular pelas Águias neste sábado, após sair do banco na rodada anterior. E o primeiro gol seria logo uma pintura, para definir a vitória por 1 a 0 sobre o Fatih Karagümrük.

A maior dúvida sobre Alex Teixeira se concentra sobre a maneira como ficou afastado das atividades nos últimos meses. Até sua estreia na semana passada, ele não atuava desde novembro de 2020, entre o fim da temporada chinesa e o encerramento das atividades do Jiangsu Suning. Ainda assim, o meia demonstrou que classe não se desaprende.

Alex Teixeira jogou como meia armador no Besiktas, em escalação que teve no comando do ataque Michy Batshuayi, outro reforço de peso dos alvinegros. Já o Fatih Karagümruk, clube de investimento recente, trazia uma escalação recheada de medalhões – incluindo Mehdi Benatia, Lucas Biglia, Emiliano Viviano, Jimmy Durmaz e Ahmed Musa. Os atuais campeões, de qualquer forma, não podiam dar bobeira após o empate na rodada anterior da Süper Lig.

Teixeira marcou o gol da vitória aos 30 minutos. O brasileiro dominou um passe errado na intermediária e preparou o chute com espaço. Então, mandou um tiro colocado e com curva, que deixou Viviano pregado no gramado. O Besiktas, aliás, precisaria lutar para segurar a vantagem, já que ficou ao longo do segundo tempo com um a menos, após a expulsão de Salih Uçan. Os alvinegros ocupam a liderança provisória do Campeonato Turco, com sete pontos. E a torcida no Vodafone Park ganha mais motivos para se empolgar com o camisa 90.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo