Europa

À espera do fim de seu contrato na China, Mousa Dembélé se despede de uma carreira respeitável

Presente em duas Copas com a Bélgica e destaque do Tottenham, Dembélé deve encerrar seu contrato para confirmar o adeus aos 34 anos

Mousa Dembélé não era tão talentoso quanto outros companheiros, mas tem sua parte na badalada geração da Bélgica. O meio-campista disputou 82 partidas com os Diabos Vermelhos, incluindo duas Copas do Mundo e uma Eurocopa. Por clubes, também teve papel importante no Tottenham. E, aos 34 anos, o volante indica sua aposentadoria – embora não possa oficializá-la. O veterano acumula problemas físicos e chegou a um ponto que não deseja atuar mais. Porém, com mais um ano de contrato com o Guangzhou City, ainda precisa resolver sua situação na China para decretar o fim de sua trajetória profissional.

Dembélé teve uma carreira bastante respeitável por clubes. Lançado pelo Beerschot, transferiu-se para a Eredivisie em 2005/06. Teve uma grande temporada com o Willem II, antes de se tornar destaque no AZ. Faria parte inclusive do time campeão nacional em 2008/09, como um dos nomes mais importantes do time. Foram 10 gols em 23 partidas, provando sua enorme qualidade na chegada ao ataque. Em 2010/11, Dembélé se transferiu ao Fulham. Jogou com o clube por dois anos, até fechar com o Tottenham em 2012/13.

Dembélé foi um dos jogadores mais simbólicos do Tottenham nesse período de ascensão. O meio-campista teve alguns problemas de lesão, mas era uma peça de destaque por sua presença de área a área e pela força que adicionava à equipe. Foram 249 partidas disputadas, com 10 gols e 12 assistências. Porém, com as lesões se tornando recorrentes, o belga aceitou uma proposta polpuda do Guangzhou City (então chamado de Guangzhou R&F) em 2009. Estava claro como sua carreira em alto nível acabava ali. Perdia espaço também na seleção, depois de ser reserva na Copa de 2018.

Dembélé disputou três temporadas do Campeonato Chinês. Era titular absoluto do Guangzhou R&F no primeiro ano, até que as contusões o afastassem do time corriqueiramente nos dois últimos anos. Somando as temporadas 2020 e 2021, o veterano disputou apenas 21 partidas pela Super League. Não joga desde agosto. Chegou a um limite, por mais que seguisse com contrato.

Durante as últimas horas, surgiram rumores de que Dembélé anunciaria sua aposentadoria. Em suas redes sociais, o volante esclareceu a questão, deixando claro que ainda tem contrato: “Olá a todos. Antes de mais nada, gostaria de agradecer por todas as belas mensagens que recebi. Para esclarecer, ainda não parei. Tenho um ano em meu contrato. Mas posso compartilhar que encerrarei minha carreira depois que esse ano acabar. Obrigado”.

Apesar das palavras de Dembélé, o Tottenham ofereceu um adeus ao seu ex-jogador. Da mesma forma, ex-companheiros de clube e seleção fizeram reverências. Ao que parece, o meio-campista deu a notícia a pessoas mais próximas, mas ainda não pode confirmá-la ao público enquanto estiver sob contrato. A resolução tende a ser questão de tempo, embora a imprensa belga aponte que as negociações não são tão simples. O reconhecimento pela história construída por Dembélé, de qualquer forma, fica desde já.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo