Europa

A culpa é dos ingleses

O Celtic não conseguiu a classificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões. O clube foi derrotado por 4 a 2 no confronto direto com o Braga, na terceira fase qualificatória da competição. Os Bhoys foram eliminados por uma equipe que vem tendo um dos piores desempenhos na primeira fase da LC – o Braga perdeu para o Arsenal por 6 a 0 e para o Shakhtar Donetsk por 3 a 0 até agora.

O Rangers, por outro lado, disputa a fase de grupos da Liga dos Campeões. Os escoceses estão no Grupo C, que tem Manchester United, Valencia e Bursaspor. O time de Glasgow entrou automatimente na competição porque foi o campeão escocês de 2010.

Logo na estreia, os Gers conseguiram um empate sem gols contra o United, em Old Trafford. Na partida com os Red Devils, o time escocês jogou defensivamente e não ofereceu perigo à meta inglesa. O United, ao contrário, criou oportunidades reais de gols, sendo a maioria de fora da grande área. Mesmo saindo com um ponto na casa do adversário, o Rangers não fez uma grande exibição.

Caso os escoceses queiram passar da primeira fase, eles precisam arriscar mais e criar mais oportunidades de gols nos próximos jogos. Lembrando que a última vez que o Rangers chegou às oitavas de final da Liga dos Campeões foi em 2006.

Os dois são os times mais fortes de toda região coberta por essa coluna, e o fato de ter somente uma equipe britânica (tirando os times da Inglaterra) competindo em um torneio europeu evidencia o enfraquecimento dos clubes desses países.

Um dos motivos é que os times de Escócia, de País de Gales, da Irlanda e da Irlanda do Norte perdem os jogadores que se destacam na temporada para alguns times da Inglaterra, mesmo de divisões menores da Inglaterra.

Kris Boyd não só venceu o Campeonato Escocês de 2010 com o Rangers como foi o artilheiro da competição com 23 gols. Atualmente ele joga no Middlesbrough, que disputa a Championship, segunda divisão inglesa.

Outro jogador que preferiu ir para o Middlesbrough, ao invés de continuar na Premier League Escocesa, foi Scott McDonald, vice artilheiro do Celtic no Campeonato Escocês da temporada passada com dez gols. Com o mesmo número de gols marcados na competição, Marc-Antoine Fortuné se transferiu do Celtic para o West Bromwich.

Ou seja, o fenômeno dos times não conseguirem segurar os jogadores que mais se destacam não é um fato que só acontece no Brasil. Alguns atletas de times britânicos escolhem se transferir para a Inglaterra, mesmo que isso signifique jogar um campeonato abaixo da Premier League.

Eurocopa

Pelas eliminatórias da Euro, a Irlanda enfrenta a Rússia no dia 8 de outubro e Eslováquia no dia 12. Os três países então no Grupo B, que conta ainda com Macedônia, Andorra e Armênia. A Irlanda lidera a chave com seis pontos em dois jogos.

Para os próximos jogos da Irlanda, o técnico Giovanni Trapattoni convocou:

Goleiros: Shay Given (Manchester City-ING), Keiren Westwood (Coventry-ING) e Murphy (Scunthorpe-ING);

Defensores: John O'Shea (Manchester United-ING), Richard Dunne (Aston Villa-ING), Sean St Ledger (Preston-ING), Greg Cunningham (Manchester City-ING), Kevin Foley (Wolverhampton-ING), Stephan Kelly (Fulham-ING), Paul McShane (Hull City-ING) e Darren O'Dea (Ipswich-ING);

Meias: Kevin Kilbane (Hull City-ING), Keith Andrews (Blackburn-ING), Glenn Whelan (Stoke-ING), Darron Gibson (Manchester United-ING), Paul Green (Derby County-ING), Liam Lawrence (Portsmouth-ING), Aiden McGeady (Spartak Moscou-RUS), Andy Keogh (Cardiff-ING), Damien Duff (Fulham-ING), Keith Fahey (Birmingham-ING) e Keith Treacy (Preston-ING);

Atacantes: Robbie Keane (Tottenham-ING), Kevin Doyle (Wolverhampton-ING), Shane Long (Reading-ING) e Cillian Sheridan (CSKA Sofia-BUL).

Já a Irlanda do Norte é a terceira colocada no Grupo C das eliminatórias, com três pontos. A chave também conta com a líder Itália, Sérvia, Eslovênia, Estônia e Ilhas Faroe. A Irlanda do Norte enfrenta Itália no dia 8 de outubro e Ilhas Faroe quatro dias depois.

Os convocados da Irlanda do Norte pelo técnico Nigel Worthington foram:

Goleiros: Maik Taylor (Birmingham-ING), Jonathan Tuffey (Inverness-ESC) e Alan Blayney (Linfield);

Defensores: Jonny Evans (Manchester United-ING), Stephen Craigan (Motherwell-ESC), Craig Cathcart (Blackpool-ING), Gareth McAuley (Ipswich Town-ING), Aaron Hughes (Fulham-ING) e Chris Baird (Fulham-ING);

Meias: Grant McCann (Peterborough-ING), Chris Brunt (West Bromwich-ING), Jonny Gorman (Wolverhampton-ING), Corry Evans (Manchester United-ING), Steven Davis (Rangers-ESC), Niall McGinn (Celtic-ESC), Adam Barton (Preston North End-ING) e Sammy Clingan (Coventry City-ING);

Atacantes: David Healy (Sunderland-ING), Warren Feeney (Oldham-ING), Kyle Lafferty (Rangers-ESC), Pat McCourt (Celtic-ESC) e Rory Patterson (Plymouth-ING).

Brian Flynn vai comandar o País de Gales nos dois próximos jogos das eliminatórias da Eurocopa. No dia 8, os galeses enfrentam a Bulgária e, quatro dias depois, eles jogam contra a Suíça. No primeiro jogo, País de Gales perdeu por 1 a 0 para Montenegro. A chave G ainda conta com a Inglaterra.

A Escócia, por sua vez, com quatro pontos em dois jogos, lidera o Grupo I, que tem Lituânia, Espanha, República Tcheca e Liechtenstein. O próximo jogo dos escoceses será contra os tchecos no dia 8 de outubro. Quatro dias depois, a Escócia enfrenta a campeã da Eurocopa 2008 e da Copa de 2010, Espanha.

Os convocados para defender a Escócia:

Goleiros: Allan McGregor (Rangers), Matt Gilks (Blackpool-ENG), Craig Gordon (Sunderland-ENG);

Defensores: Alan Hutton (Tottenham-ENG), Christophe Berra (Wolverhampton-ENG), Kirk Broadfoot (Rangers), Stephen McManus (Middlesbrough-ENG), Gary Caldwell (Wigan-ENG), David Weir (Rangers), Steven Whittaker (Rangers);

Meio-campistas: Charlie Adam (Blackpool-ENG), Scott Brown (Celtic), Graham Dorrans (West Bromwich-ENG), Lee McCulloch (Rangers), Darren Fletcher (Manchester United-ENG), James Morrison (West Bromwish-ENG), Barry Robson (Middlesbrough-ENG), Jay McEveley (Barnsley-ENG), Shaun Maloney (Celtic);

Atacantes: Steven Fletcher (Wolverhampton-ENG), Chris Iwelumo (Burnley-ENG), Jamie Mackie (Queens Park Rangers-ENG), Kenny Miller (Rangers), Steven Naismith (Rangers).
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo