Estados Unidos

Manchester City vai buscar talento de apenas 14 anos nos Estados Unidos

O Manchester City foi atrás de uma joia de 14 anos dos Estados Unidos; conheça Cavan Sullivan, a nova grande promessa do futebol

Nascido em 2006, Endrick é uma das grandes revelações do futebol mundial de sua geração. Não à toa, o atacante do Palmeiras já está vendido para o Real Madrid com apenas 17 anos. E se te falarmos que existe uma joia de 2009 que também está acertada com um gigante europeu, você acreditaria? Bom, essa é a realidade do Manchester City, que foi buscar um talento de apenas 14 anos nos Estados Unidos.

Segundo o jornalista Fabrizio Romano, o Grupo City acertou a contratação de Cavan Sullivan junto ao Philadelphia Union por US$ 1 milhão (cerca de R$ 5 milhões), além de outras variáveis. Como ainda é menor de idade, o meia-atacante não pode deixar a MLS, mas deve se juntar aos Citizens quando completar 18 anos, no dia 28 de setembro de 2027. Antes de ser integrado ao Manchester City, ele deve passar por outro time do conglomerado.

A ideia de Manchester City e Union é que Sullivan continue nos Estados Unidos até quando completar 16 anos. Depois, o meia-atacante deve ir para o Lommel SK, que disputa a segunda divisão belga e faz parte do leque de clubes da empresa. O americano tem passaporte alemão por causa de sua mãe, e por isso, pode se transferir para um clube da União Europeia a partir de setembro de 2025.

Mesmo assim, não dá para negar que Cavan Sullivan ainda é muito novo. Então, o que justifica o Manchester City selar a contratação de um garoto de 14 anos? O meia-atacante é considerado o “melhor jogador do mundo” nascido em 2009. Entretanto, não faltam exemplos de americanos que não atingiram todo seu potencial no futebol profissional. Em meio a esse cenário, conheça o novo (literalmente) reforço dos Citizens.

Quem é Cavan Sullivan, novo reforço do Manchester City?

Cavan é filho de dois ex-jogadores de futebol. Seu pai, atuou profissionalmente antes de virar treinador. Sua mãe também, mas nos tempos de faculdade. Seus três irmãos também dão seus primeiros passos no esporte. Enfim, tudo isso para dizer que o novo reforço do Manchester City carrega algo especial em seu DNA. Mas afinal, o que torna o meia-atacante americano tão especial?

Cavan Sullivan atraiu o interesse mundial na Generation Adidas Cup, realizada no ano passado. Mesmo com 13 anos, o meia-atacante foi um dos grandes nomes do torneio sub-15 que trouxe equipes de peso. Ele fez a diferença nas vitórias contra Valencia, Arsenal e Real Madrid, o que obviamente chamou a atenção dos olheiros presentes. E o americano não brilhou apenas com a camisa do Union.

Convocado pela seleção sub-15 dos Estados Unidos, Sullivan fez grandes atuações na disputa da Concacaf da categoria. Por conta disso, o meia-atacante foi premiado com a bola de ouro da competição, sendo considerado o melhor jogador do torneio. Tudo isso foi suficiente para convencer o Manchester City de que o garoto é realmente algo especial e pode ter um futuro brilhante pela frente.

O treinador do Union Philadelphia II destaca a maturidade de Cavan Sullivan, apesar dele ter apenas 14 anos. Canhoto, o meia-atacante também chama a atenção por sua visão de jogo e sua capacidade de finalizar com precisão. Ou seja, ele pode ser tanto o arco, quanto a flecha. Os Citizens esperam ter encontrado o novo Kevin De Bruyne. Contudo, o americano ainda tem muito a desenvolver, como sua parte física, já que é considerado baixinho. Resta saber se a empolgação não será à toa.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Jornalista formado pela Unesp, com passagens por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia. Na Trivela, é redator de futebol nacional e internacional.
Botão Voltar ao topo